Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Série Acrósticos: Ana / maratona

Série acrósticos: Ana / maratona


A na teus olhos azuis são dois diademas,
N o qual eu me perco, quando fito...
A tentar espreitar em teu olhar um pouco de tua alma!

A s horas que passo a teu lado são tão poucas,
N as tuas palavras vou me embalando,
A s tuas risadas vão me alertando, ecom como sinos...

A na assim então transbordando os nossos sentimentos
N egas o amor que então sentimos,
A penas para que não lembremos que morremos pouco a pouco!

A na, não me renegues este amor que sinto,
N os caminhos de teus anos,
A ceita que te amo sem medida,

A ceita que não haverá nunca uma despedida
N ota que o tempo é eterno quando amamos,
A inda mais que o sino não toca, os dobres de nossa despedida!

A na deixa que eu deite em teu colo,
N ão negue o beijo que te peço ou ofereço,
A h! Como eu te adoro! Meus olhos azuis de mar infinito!

A vida nos colocando lado a lado,
N os ofereceu um grande problema:
A mar deveria ter medida? Diga-me a senhora! Eu obedeço.

Edvaldo Rosa

28/03/2006

Eu estou correndo a maratona de acrósticos!
Vem comigo!
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 28/03/2006
Reeditado em 29/03/2006
Código do texto: T130114
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Edvaldo Rosa
São Paulo - São Paulo - Brasil, 59 anos
1822 textos (191512 leituras)
23 áudios (10882 audições)
40 e-livros (11050 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/04/21 08:52)
Edvaldo Rosa

Site do Escritor