Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Pó- Eira

Sentado na chuva
Estava o rapaz.
N ão falava aos outros...
Tão novo e tão belo!
A sua beleza,
Dentro de um espectro
O seu riso fácil, tornou-se o de um ébrio...
 
Por onde andarão
Os seus pensamentos?
Restos de pessoas vagam silenciosas.
 
A droga é ilícita?
Íntima maldita...

"Um cigarro aí!"
"Só mais uma pedra!"
"Anda, traz o pó!"
"Ninguém tá ligado?"
"Dor em peito defensor"
"O país quer leis insanas!"


*************************
Assista:

O PULSO

&
Legiao Urbana-Andrea Doria ao vivo

"Às vezes parecia que era só improvisar
E o mundo então seria um livro aberto
Até chegar o dia em que tentamos ter demais
Vendendo fácil o que não tinha preço
Eu sei é tudo sem sentido
Quero ter alguém com quem conversar
Alguém que depois não use o que eu disse
Contra mim"...



 
INEZTEVES
Enviado por INEZTEVES em 29/11/2014
Reeditado em 04/12/2014
Código do texto: T5052447
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
INEZTEVES
Japeri - Rio de Janeiro - Brasil
1379 textos (113638 leituras)
290 áudios (28890 audições)
2 e-livros (117 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/19 13:22)
INEZTEVES