Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Para a Mi

Meus olhos não a viram mas sei que ela veio
Imaginei um sonho e ele aconteceu
Criaram-se imagens de puro devaneio
Hoje esse sonho lindo, em forma e cor cresceu

Ela é a tal culpada de tamanha ventura
Lindíssima entrou, entrou em minha mente
Lá veio como o vento, a doce criatura
E lá se foi, deixando, no ar o amor, somente

Encheu a minha alma, a vida, o coração
Me trouxe alegria, estou em paz agora
Ainda sinto forte, tão forte essa emoção
Nunca permito que ela se vá, de mim, embora

Uma luz brilha ao ceu com tal intensidade
É ela que ressurge e, em luz se apresenta
Luz viva que, com força e sensibilidade
Liberta a alma e VIDA! só vida me acrescenta

...Ela é o próprio amor, que cria, faz e inventa
celso dyer
Enviado por celso dyer em 05/12/2017
Código do texto: T6191013
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
celso dyer
São José dos Campos - São Paulo - Brasil
77 textos (584 leituras)
2 e-livros (16 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 03:01)
celso dyer

Site do Escritor