Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Andressa, minha amada.

A ndressa, minha amada, dizia que desejava um dia passear de barco.
P orém, quando solteiros não tivemos chance de realizar nossos anseios.
A s nossas vidas atribuladas, mal sobrava-nos tempo pro descanso.
I nesperadamente nasceu Diogo, primogênito. Mudou nossos conceitos.
X odó da família, sempre alegre e gracioso, carecia de ter um mano.
O ptamos por adotar o Rafael, num orfanato - mesma idade, cinco anos.
N ão foi fácil obter a guarda na Justiça, levou mais de um ano e meio.
A dversidades aconteceram, inevitáveis, mas somos felizes, todos nós.
D epois de 25 anos comemoramos bodas de prata em grande estilo.
O s garotos já formados são independentes. De novo vivemos a sós.
S em mais obrigações saímos num cruzeiro pra realizar o nosso sonho.
Dilucas
Enviado por Dilucas em 25/01/2018
Reeditado em 26/01/2018
Código do texto: T6236305
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Dilucas
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
88 textos (10609 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/02/20 15:17)
Dilucas