Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


   UM SONETO NO CORETO
Ysolda Cabral

Queria saber compor um Soneto,
que falasse do amor verdadeiro.
Compondo cada verso sem medo
dele ficar doce que nem brigadeiro.

Não poderia ser destinado a dueto,
por mais que ficasse leve, maneiro!
Mas, poderia ser exposto em Coreto,
para os enamorados o lerem por inteiro.

E, quando isso acontecesse, o Sorriso 
os convidasse ao beijo apaixonado.
Sabe, aquele que leva ao Paraíso!

Ah! E, se, o Sol ficasse enciumado,
e a Lua serena, mas de sobreaviso;
eu, feliz, lembraria o meu amado.

UM SONETO NO CORETO

Um momento, por favor
Me diga com franqueza

Se isto não é compor soneto
Onde fico tão belo, com certeza
Não poderia deixar de fazer
Este meu acróstico em dueto
Tudo para te agradecer
O tudo que vem nos oferecer

Namorados virão para ler
Ouves o som dos aplausos

Cada um vai ter um causo
Onde no futuro vão se lembrar
Reler este teu soneto no coreto
E cada leitura surge um beijo
Todo cheio de amor e desejo
Olhando este teu jeito de compor.

Angélica Gouvea

 
ANGELICA GOUVEA e YSOLDA CABRAL
Enviado por ANGELICA GOUVEA em 12/06/2018
Código do texto: T6362448
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ANGELICA GOUVEA
São José dos Campos - São Paulo - Brasil, 59 anos
3213 textos (570928 leituras)
8 e-livros (506 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/18 20:14)
ANGELICA GOUVEA