Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Mar a Lua e os Cheiros de DeniseG

O silêncio na distância da dor

Manifesta com alguma tristeza
Abraçando a força do amor.
Repõe a esperança em subtileza.

Adeus amor, preciso de você!

Lembrando bem alto: Estou sozinha...
Um grito à vida. Para quê?
Ausência é a espera que definha.

Escolha! Pela sua natureza

Os encantos, afastam-lhe a ansiedade
Sacudindo para longe a tristeza.

Como que num deserto, surge a beldade.
Há nos olhos verdes, qual sentido?
Em data esquecida no amor perdido
Impulsos para continuar a viver...
Reflecte em noite fria a agonia
Onde no desconforto da cama vazia
Soçobra a liberdade. Um bem a não perder...

Dilema: A força do amor, paixão sua
Em que a luz da Lua, atenua

Docemente! E a maresia
Exalada pela frescura do mar...
Neste momento há poesia,
Inspirando-se quem sabe amar.
Ser amada, livre e com amor,
Esses aromas que sente no ar
Gravitam sempre em seu redor.
Zé Albano
Enviado por Zé Albano em 12/09/2007
Reeditado em 12/09/2007
Código do texto: T649331
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zé Albano
Portugal, 66 anos
1190 textos (81568 leituras)
9 áudios (640 audições)
1 e-livros (93 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 04:42)
Zé Albano