Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


      NA ETERNIDADE DA VIDA

Nossa alma desconhece cabelos branco,
Inda zomba do tempo em sua trajetória.
A cada corpo que ocupa, nega tal glória,
Já que seus ciclos findam num barranco...

Vez ou outra odeia ter que andar manco.
Salvo a mente por ser a mesma de Deus,
Planta e colhe verso crente que são seus,
Os lampejos de luz, que moldam o canto...

No tempo encarnado, em luz, consciente,
Sabe que na morte vai passar seu portal,
Voltando pra dimensão, onde ser imortal,

Torna naturais, as vantagens pertinentes.
Revendo as poesias associa com o astral,
E aprende donde vinha, seu canto divinal...

Jacó Filho

NA ETERNIDADE DA VIDA

Nos caminhos envelhecemos
A cada etapa fomos vencendo

E mais experiente ficamos
Tendo como deixar um legado
E mesmo nada sendo programado
Registra-se tudo na memória e
Nos versos de uma poesia
Interage a vida nesta trajetória
De cabelos brancos ou pintados
A alma desconhece o exterior
Dela vem o que realmente somos
E tudo aquilo que aos outros passamos.

Devemos então abrir-se
À eternidade da vida

Vida, vivida com otimismo
Interior a mostra sem egoísmo
Dividindo com todos a alegria
A arte de viver a vida com paz
     e harmonia.

Angelica Gouvea.



Reedição de 17/082018
ANGELICA GOUVEA e JACÓ FILHO
Enviado por ANGELICA GOUVEA em 10/02/2019
Código do texto: T6571400
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ANGELICA GOUVEA
São José dos Campos - São Paulo - Brasil, 59 anos
3296 textos (579421 leituras)
8 e-livros (515 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/02/19 19:14)
ANGELICA GOUVEA