Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lira de Orfeu (ode ao feminismo - soneto acróstico)

F  elicidades aos meus conterrâneos hombres
E  m virilis; "id" é Laio e não Gaia
M aquinas pólo oposto em soçobre
I   ntoxica certos hijos desta laia

N o vapor do furor de outros "teus"
I  naugurou-se rei do modus operandi
C atou pra si a chama de Prometeus
Í  mpeto cujo devotou à vossa glande

D evoram dissonância cognitiva
I  gnorantes são alguns, meros plebeus
O nde tal ato se eterniza na tolice

N ão confundas vaso com planta viva
Á gua que regas és feito lira de Orfeu
O nde de Hades resgatou a Eurídice.
Rodrigo Ferreira Magalhães
Enviado por Rodrigo Ferreira Magalhães em 20/02/2019
Reeditado em 23/02/2019
Código do texto: T6579641
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rodrigo Ferreira Magalhães
São Paulo - São Paulo - Brasil, 32 anos
46 textos (889 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/04/19 12:01)
Rodrigo Ferreira Magalhães