Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tranqüilidade









Há quanto tempo
Passei a me Rastejar
Como um doente que apenas
Fome sente para dizer tudo que sente
Não há dor em tudo isso
Minha escuridão esta a curar
Pois quando eu vejo tudo
Terá um tempo para que eu mesmo
Viva dias de ter minha própria razão
Em tudo isso que vivemos
Ficam os dias em que
Dizemos apenas um oi
E ao qual somos
Não a mais regras ao que dissemos amor
Só o dia mais belo que existe
Você já não vê aquela paisagem
Deixe- me estar
Em apenas em pleno direito de planejar
Ao tempo você também quer estar


Elton






SEM CRISE
Enviado por SEM CRISE em 18/09/2007
Código do texto: T658382

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
SEM CRISE
São Paulo - São Paulo - Brasil, 36 anos
159 textos (5692 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 02:18)
SEM CRISE