Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ACRÓSTICO

Lá fora ruge o vento e a brisa,
Uma calma tarde vem e desliza,
Suave como a pena que solta na aragem lisa,
Isso me traz a paz que por aqui suaviza,
A manhã e a noite que a ambição escraviza.

Já, agora, dentro da vida, vem o amor,
Escuto os pássaros nas árvores sem temor,
Rogo a Deus a felicidade; dá-me pavor
Em imaginar-te longe, agita-me a dor;
Meus sentimentos são como névoa que encobre a flor,
Ilumines a minha vida e dissipes essa névoa de dor,
A cor desbotada de minhas faces despe a flor,
Sacolejada pelo colibri que a beija com ardor.

Década de 70.
JOSE LINS
Enviado por JOSE LINS em 01/11/2007
Reeditado em 02/11/2007
Código do texto: T719484
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JOSE LINS
Lins - São Paulo - Brasil, 62 anos
499 textos (32231 leituras)
26 áudios (1988 audições)
4 e-livros (116 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 04:49)
JOSE LINS