Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOBRE O FILME "DIVERGENTE" (em versos)

             Vai-se a cega procissão para nenhum destino
       No ermo de sua solidão... de seu nada
            Todavia, disciplinados
      Sombras a se cambalearem entre si
              Ao tempo desperdiçado... da vida que se esvai
      Ou, inexplicável fenômeno, permite-a ir embora

              Uma imensa maioria, mórbida, a “aceitar uma coisa”
          Norma... regra... ordem...

Contudo, só porque assim se faz não significa que seja, pois... verdade
            Mas, quantos se trancafiam em suas “verdades”!
     Em suas “coisas”... em seus cânones... em seu ridículo mundinho
         Na sujeição aos preceitos que lhes deram
    Quem sabe, só a visar suas seguranças.... proteções...
          Conformados hipócritas
                 Irrestritas marionetes... dos outros

             Corpos sem alma... agonizantes
       Sem perspectivas... sem sonhos
   Na sangrenta penumbra do mundo... que não deseja nossa felicidade
    Daquelas vidas de outrora... que num tempo viveram
            E hoje não mais são...
    A se fecharem  em sua coletiva disciplina
             Não relutam... não questionam
      Apenas... aceitam
               Paus mandados
         Sem objeções... sem protestos

          “Como é linda a roupa do rei a que desfila pelado”

              Não!
       O mundo é dos heréticos
 E não dos sistematizados (acomodados a um sistema de pensamento)
   Dos que não se aderem a nenhuma fundamental “verdade”
       
                  Na verdade, dos divergentes
             Dos que não se aceitam serem fantoches de ninguém
    Dos não moldados...
        Dos não uniformizados ou "treinados" soldados
                     Inconformados...
               A que ousam serem eles... e somente... eles próprios

            Oh, quanta coragem!
                Mas, como é difícil... ser a gente mesmo!
         Que o diga Cristo em face dos malditos fariseus
               Hipócritas de seu tempo  (como se os tempos mudaram!)
                E que o diga Galileu Galilei
         A que obrigado foi em desmentir sua tese que a terra girava

         E o que não dizer dos fundamentalistas muçulmanos
             Ou de qualquer outra religião!
                 Arre!

              Mas, verdade seja, pois dita... e principalmente sabida:
      Aceitar uma “verdade coletiva”... sem questioná-la
              É negar sua essencial liberdade
       Como a alguém a rir de uma piada visto que todos riem
            A fim de ser por eles aceito (ou não ser rejeitado)
      Ainda que não tenha entendido a devida anedota
         E não são tantos assim?
           E não é deste modo que o mundo quer que sejamos:
 Paus mandados... sem alma... obedientes... disciplinados?...
        Apenas... ridículos soldados... a marcharem para a morte!...

PS:Divergente (em inglês: Divergent) é um filme de ação, ficção científica e suspense norte-americano dirigido por Neil Burger, baseado no livro homónimo de Veronica Roth. Foi produzido por Lucy Fisher, Pouya Shabazian e Douglas Wick, com roteiro de Evan Daugherty e Vanessa Taylor. Estrelado por Shailene Woodley, Theo James, Kate Winslet, Ansel Elgort, Maggie Q, Jai Courtney, Miles Teller e Zoë Kravitz. O enredo se passa em uma versão distópica da cidade de Chicago. A história introduz a vida de Beatrice Prior, uma corajosa jovem de 16 anos que ameaça destruir o sistema implantado na cidade, pois não corresponde aos padrões estabelecidos pela mesma. Divergente foi lançado em 21 de março de 2014 nos Estados Unidos. Vale a pena assistir.


Paulo da Cruz Gomide
Enviado por Paulo da Cruz Gomide em 24/04/2018
Reeditado em 24/04/2018
Código do texto: T6317914
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo da Cruz Gomide
Sete Lagoas - Minas Gerais - Brasil
1556 textos (23460 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/05/18 18:46)
Paulo da Cruz Gomide