Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Machado de Assis tinha toda a razão

O grande brasileiro Machado de Assis (*1839  +1908), publicou em um de seus Romances a seguinte frase.: "_ Está morto ! Podemos elogiá-lo à vontade." Quando esta frase foi publicada, o Brasil estava vivendo em pleno Século XIX. Se formos parar para observar, pensar e refletir, vamos descobrir que o grande Escritor brasileiro tinha toda a razão. Os mortos ganham muito mais flores que os vivos. Muitas pessoas não costumam visitar os hospitais com tanta frequência, mas estas mesmas pessoas sempre visitam os cemitérios. Existem dois motivos, duas explicações, para que uma pessoa receba tantos elogios após à morte. 1) É muito mais fácil valorizar depois da perda, do que fazê-lo enquanto se tem por perto. 2) Depois da morte, uma pessoa não poderá fazer mais nada de errado e nem de ruim. Esta segunda explicação, foi dada inicialmente pelo próprio Machado de Assis. Todos nós temos virtudes, qualidades e defeitos. Mas a maioria das pessoas prefere focalizar os defeitos dos seus semelhantes e desprezar às suas qualidades. Mas eu lhes faço a seguinte pergunta.: "_ Os elogios feitos após à morte de alguém, tem algum valor, alguma importância ou alguma serventia ?" Eu acredito que não. Eu prefiro que as outras pessoas falem bem ou mal de mim na minha presença e enquanto eu ainda estou vivo. Quem quiser me amar, respeitar, valorizar, ajudar, apoiar e estender a mão, procure fazê-lo enquanto eu ainda estou aqui. Depois que eu já tiver ido embora, não vou precisar de mais nada e de mais ninguém. Às palavras o tempo e o vento levam embora, enquanto as atitudes permanecem e os verdadeiros sentimentos como por exemplo o Amor, podem se tornar eternos.
Luis de Minas
Enviado por Luis de Minas em 06/11/2019
Código do texto: T6788588
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luis de Minas
Itabirito - Minas Gerais - Brasil, 52 anos
171 textos (3384 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/11/19 13:45)
Luis de Minas