CORPUS CHRISTI, CAPANEMA

A tradicional comemoração do Corpus Christi em Capanema é uma evidência da fé religiosa como motor necessário para a manutenção da identidade de um povo. Pois, esse evento manifesta, historicamente, a presença da Igreja Católica e sua influência naquele torrão; e, as comemorações do quadragésimo aniversário da confecção dos tapetes coloridos no itinerário do cortejo, emanam da necessidade antropológica que tem a sociedade de pautar sua razão de ser num fundamento sobrenatural que mantenha a comunhão popular dos seus membros.

Na perspectiva histórica, o catolicismo iniciou de modo formal sua presença em Capanema com a primeira missa, em 1902; apenas dois anos após a emancipação política do local. Em 1935, o arcebispo dom. Lustosa lhe erigiu a paróquia do Perpétuo Socorro; animada, nos seus primeiros anos, pelo clero arquidiocesano, auxiliado pelas Irmãs Preciosinas, que continuam presente. A partir de 1964, os missionários capuchinhos lombardos assumiram, com grandes influências religiosa e política, o serviço paroquial no município, entregando tal encargo aos capuchinhos brasileiros, na década de ’90.

As atuais comemorações do quadragésimo aniversário dos tapetes ornamentais para o Corpus Christi - iniciados em 1976 por um trabalho conjunto entre os Frei Hermes de Spirano, Irmã Almerinda e o grupo de fiéis Treinamento de Lideres Cristãos, refletem o quanto é determinante na fenomenologia religiosa dos capanemenses, a fé no sacramento do Corpo e Sangue de Cristo: pão e vinho, transubstanciados em presença real de Jesus, na liturgia da missa, como alimento de esperança e vida eterna. Denota-se, por essa relevância, como a fé religiosa se torna o alimento que nutre e configura a cultura de um povo, desdobrando-se em arte remetente a primazia da autocomunicação de Deus à humanidade.

Pela evidência dessas realidades, a comemoração do quadragésimo aniversário dos tapetes artesanais para o Corpus Christi, em Capanema, evidencia como a fé religiosa se faz pedra angular para que a sociedade humana progrida fiel à sua identidade, e frutifique boa cultura e belas artes.

JONAS MATHEUS
Enviado por JONAS MATHEUS em 27/05/2016
Código do texto: T5648648
Classificação de conteúdo: seguro
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.