Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SWITCHFOOT - SEM LIMITES PARA AS LIMITAÇÕES

Sem rótulos mas com aptidão cristã, banda californiana esbanja simpatia e bom humor em passagem pelo país



Qualquer adepto ou simpatizante do surfe deve saber que switchfoot é uma das manobras do esporte em que o praticante, após um salto sobre a prancha, posta-se numa nova perspectiva. Agora, nem precisa deslizar na crista da onda – basta estar antenado com a música gospel internacional – para saber também que Switchfoot é o nome de batismo de uma banda formada na Califórnia há quase quinze anos por iniciativa dos irmãos Jon e Tim Foreman, filhos de um pastor evangélico. Se depois de tudo isso nada ainda soar familiar, melhor então ouvir as trilhas sonoras dos filmes As Crônicas de Nárnia, Um Amor para Recordar e Homem Aranha 2, compostas com a participação dos californianos. Foi com essas referências que eles se apresentaram o Brasil no mês de setembro pela primeira vez e que, provavelmente, não será a última. Pelo menos essa é a promessa feita pelos integrantes da banda durante a passagem por São Paulo, Ribeirão Preto e Goiânia, antes deles se debandarem para a Argentina e encerrar a Hello Hurricane Tour pelo continente latino-americano. “Foram aproximadamente dois anos de negociações e tentativas, já que seria a primeira vez que o Switchfoot visitaria o continente americano”, conta Robertt Marques, um dos responsáveis por trazê-los. De acordo com o empresário, nem mesmo a falta de suporte de uma gravadora para divulgar a turnê de uma maneira adequada atrapalhou as negociações, e os shows aconteceram sem maiores problemas. “Sem limites paras as limitações. A música ultrapassou fronteiras e eles não cansaram de agradecer o carinho do público e da produção”, comemora.



Sempre solícitos com os fãs, os rapazes do Switchfoot esbanjaram bom humor e simpatia, demonstrando que não estavam no país apenas para cumprir agenda, mas também para interagir com o público e conhecer um pouco mais da cultura brasileira. “Amamos o Brasil e principalmente as pessoas”, resumiu Jon Foreman, opinião compartilhada pelos companheiros. Desigualdade social também fez parte dos assuntos discutidos durante a turnê, e com conhecimento de causa já que uma vez por ano eles vestem a camisa do movimento social Bro-Am, espécie de evento de surfe que angaria fundos para crianças necessitadas – a última edição aconteceu em Encinitas, California, conforme postado no facebook da banda. Embora os evangélicos a tenha como referência, Jon Foreman nunca aceitou que sua música fosse rotulada como rock cristão. “Nossas canções são para todos, o que conta é a fé e não o gênero”, sentencia.



Fonte: Revista Eclésia - Edição 145



COPYRIGHT © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Para a aquisição desse texto para fins de qualquer natureza – inclusive para reprodução, trabalhos profissionais ou acadêmicos –, favor entrar em contato pelo e-mail jdmorbidelli@estadao.com.br.



Agradeço se puder deixar um comentário.



JDM

twitter.com/jdmorbidelli

José Donizetti Morbidelli
Enviado por José Donizetti Morbidelli em 12/11/2010
Reeditado em 12/03/2012
Código do texto: T2611519
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
José Donizetti Morbidelli
São Paulo - São Paulo - Brasil
219 textos (686177 leituras)
24 e-livros (1548 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/09/21 23:20)
José Donizetti Morbidelli