Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O exército não vai por a mão nessa cumbuca!


 
        O Brasil é no mínimo um país curioso onde os chavões pipocam, e pra falar a verdade a gente ri da própria desgraça para não chorar. O brasileiro usa como defesa para a sua angústia os memes, as troças, os chavões como: “o Brasil não é para amadores”.
        Na verdade nós estamos tentando fugir da depressão com a política e com as instituições falidas e completamente embriagadas do poder corrosivo da corrupção.
       Há vários tipos de reação ao nosso momento: alguns estão passando raiva diariamente, outros estão deprimidos, outro tanto vai às ruas tentando reverter o quadro, sendo que alguns grupos se juntam aos outros, uma camada enorme protesta nas redes sociais, mas ainda há uma grande maioria que não liga pra nada e se mantém deitado dolentemente no seu sofá assistindo televisão.
        É triste perceber que nada do que se está fazendo surte efeito, não adianta protestar nas redes sociais, não adianta ir às ruas. Os senhores do poder continuam impávidos!
        A cada manifestação o STF avança na impunidade e se torna cada vez mais déspota. O Congresso de mansinho e na calada da noite vai aprovando leis e medidas para destruir os que travam lutas contra a corrupção e a bandidagem. E com esse eixo do mal agindo em conluio, o Brasil segue imbatível no topo da impunidade. Somos um país que demonstra ao mundo sua capacidade invejável de se tornar o maior lider em fazer leis para agradar bandidos, salvaguardar a política rasa.
       No mundo alguns países são notadamente consagrados por suas vocação: seguir as leis: EUA – vender falsificações: Paraguai – polo de tecnologia:Cingapura -  proteger a criminalidade: Brasil.
Voce pode até discordar dos anteriores, mas da vocação do Brasil não há como discordar.           Poderíamos aqui valorizar nosso agronegócio que é fantástico, nossa imensa beleza natural de matas, praias, cachoeiras, a alegria do nosso povo, a solidariedade e muitas outras qualidades, mas tudo isso acaba sendo sufocado pelo poder que nossas instituições têm de jogar o país no atoleiro, envergonhando seu povo.
        Aí tem uma parcela desse povo maravilhoso que fica clamando ao nosso presidente que ele decrete o 142! Alguns falam a favor, dizendo que essa é a única salvação para o Brasil, outros enumeram as desvantagens e decretam que essa não seria a solução.
       Temos desde 1988 uma Constituição que é meramente interpretativa, o sujeito a interpreta de acordo com o que lhe interessa. Não sei se isso foi feito de propósito para proteger o povo de um novo “governo militar” que eu reputo como o que melhor cuidou desse país, onde obras grandiosas foram feitas, e que mais ninguém fez depois deles. A gente era bem cuidado, tinha paz de espírito e segurança.
        Na verdade essa consituição tem muitas emendas e muitas brechas para quem não quer cumprí-la, e se colocadas nas mãos de gente que não tem o menor pudor para transgredí-las e rasgá-la ela vira um livrinho que não serve para nada. Ela vem sendo desrespeitada e violada todos os dias porque cada um que está na mais alta cúpula do poder a interpreta à sua maneira o que equivale a dizer que a maioria das vezes os que mais deveriam honrá-la são os que mais a deturpam.
       Não adianta nada ter um representante do povo, legitimamente eleito e voltado para cumprir honestamente aquilo que jurou sobre a Constituição se ele é meramente um servidor que se submete a um Congresso vergonhosamente presidido por bandidos investidos de poder e de uma corte suprema que não tem capacidade de discernimento do que é certo e errado, que se coloca diariamente a favor dos bandidos mais nojentos e perigosos para se autoprotegerem.
        Como esperar que um país se desenvolva e desponte no cenário mundial, se dentro da própria casa legislativa traidores da pátria se juntam a outros países para solapar nossa soberania?
        Como esperar que um governo possa ser para o povo se a suprema corte não permite que nosso representante aja em favor deste?
        Como compreender que uma instituição criada para cumprir as leis, fazer valer a constituição; interpretando-a com honra, se vale dela para prostituir as leis?
        Não, não temos motivos para ter esperança! A cada dia que passa vejo morrer um pouquinho o nosso direito de brasileiro honesto, ético. O STF e o Congresso nos esmaga e não nos deixa ter um minimo de esperança de ser um Brasil grande.
      Não adianta clamar pelo exército ou FFAA!!! Entendam NÃO adianta! O exército já está no poder junto com o nosso presidente!
       Eles não vão tomar o poder, fechar Congresso e STF! Não, não vão!
       Por motivos óbvios: Não há um contigente grande de pessoas nas ruas clamando por isso!!! Teria que ser pauta única! Como outros países já fizeram tipo Tailândia, Ucrânia.
       Querem outro motivo: a ONU, sim, a nossa conhecida ONU, no instante seguinte que as Forças Armadas tomarem o poder, não importa em que circunstância; vão dizer que é golpe, nos chamar de ditadura e muitos dos países com os quais temos comércio vão nos impor duras sanções.
       E como já sabido por todos nós, até hoje o exército que nos salvou dos comunistas em 1964 é duramente criticado.
       Não contem com isso!! O único poder que pode e está aplicando um duro golpe no Brasil é o Judiciário através do STF e em muitas ocasiões de mãozinhas dadas com o Congresso.
       O que vamos fazer a respeito? Continuar de cabeça baixa? Ou reagimos ou eles depôem nosso presidente e colocam lá no lugar dele um conhecido ladrão para continuar a roubalheira de antes.

Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 29/08/2019
Código do texto: T6732173
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 64 anos
1067 textos (59610 leituras)
25 áudios (3289 audições)
1 e-livros (248 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/19 07:04)
Angélica Teresa Almstadter