E O MITO DESDENHOU SEU CONVIDADO REBELO... CANCELANDO O ALMOÇO COM O PRESIDENTE DE PORTUGAL???

SERRVIÇO DE UTILIDADE PÚBLICA... DE QUANTO MILHÕES DE VOTOS DE PORTUGUESES E DE QUEM ODEIA PUTIN SE PERDEU NESSA BESTEIRA DE UMA FALTA DE EDUCAÇÃO SEM TAMANHO???

Marcelo Rebelo de Sousa desdenha a descortesia de Bolsonaro

Presidente mais popular de Portugal, ele reage com indiferença a cancelamento de almoço por brasileiro e mantém sua agenda no país e encontros com ex-presidentes.

04/07/2022

O ex-presidente Lula se reúne com o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Souza, na residência oficial do Cônsul-Geral de Portugal em São Paulo.

“Ninguém morre.” Simples assim foi a reação do presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, ao ser desconvidado para almoçar com o seu homólogo brasileiro. Mordido pela informação de que o português se reuniria também com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Jair Bolsonaro cancelou o encontro, sem maiores explicações.

Marcelo, como ele prefere ser chamado pelos portugueses, mostrou que a indiferença também pode ser um prato que se come frio. Desdenhou a desfeita do atual mandatário e manteve a agenda no país, que abrange ainda os encontros com os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Michel Temer.

O presidente português deixou claro que a relação entre Portugal e Brasil ultrapassa um aperto de mão protocolar em Brasília e que o fundamental é “olhar para os povos”: a forte presença brasileira em Portugal e vice-versa.

Esta é a sexta vez que o presidente de centro-direita, filiado ao Partido Social-Democrata, visita o Brasil desde que assumiu o cargo, em 2016. Esteve três vezes com Bolsonaro e, no ano passado, também se encontrou com os três ex-presidentes brasileiros.

Aos 73 anos, Marcelo, ou simplesmente “Professor”, tem a seu favor a popularidade, o traquejo e a experiência política. Não se deixa levar facilmente pelas armadilhas diplomáticas que lhe jogam.

Reeleito presidente em 2021, já no primeiro turno com 60,7% dos votos, ele mantém o prestígio em alta.

Os portugueses se acostumaram a vê-lo, sempre discreto, aguardando a vez na fila do supermercado ou consolando vítimas de alguma tragédia. O presidente abraça de verdade, sem pieguice ou à caça de votos.

Presidente de Portugal é figurinha fácil nas ruas e nas praias do país

Nas pesquisas, os portugueses corroboram a sensação de confiança no chefe de Estado. Prova disso é a sondagem realizada mês passado pela Intercampus para o “Jornal de Negócios”: Marcelo foi considerado o melhor presidente entre cinco da História recente do país, seguido, na ordem de preferência, por Ramalho Eanes, Jorge Sampaio, Mário Soares e Aníbal Cavaco Silva.

À vontade em solo brasileiro, Marcelo Rebelo de Sousa reforça a imagem de estadista, demonstrando que não será ele a contribuir para isolar ainda mais o Brasil no cenário internacional.

Nota do divulgador:- Uma pena que Bolsonaro na sua grandeza de chefe mor da república brasileira no momento não tenha tempo para dialogar e aprender etiqueta com o nobre e simples republicano de centro-direita e não comunista como Putin a quem Bolsonaro que se diz de extrema direita foi lá e até tomou todas as doses de vacina por exigência de Putin??? E ISTO PODE LHE CUSTAR MILHÕES DE VOTOS DOS DE EXTREMA DIREITA QUE DETESTAM PUTIN E TAMBÉM DOS DESCENDENTES DE PORTUGUESES NO BRASIL!!! PELA DESFEITA ESTÚPIDA AO PRESIDENTE ATUAL DE PORTUGAL!!! PODE TER PERDIDO A CHANCE DE GANHAR SUA REELEIÇÃO NO PRIMEIRO TURNO!!!

Ivan Tadeu dos pobres e Sandra Cohen – especialista em temas internacionais
Enviado por Ivan Tadeu dos pobres em 05/07/2022
Código do texto: T7552783
Classificação de conteúdo: seguro
Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.