Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A origem do ódio entre judeus e palestinos

Algumas pessoas acreditam que os principais motivos das constantes batalhas entre israelenses e palestinos sejam de ordem econômica (disputa por terra e água) e política. Não são.

Acima destes, que se perde nas areias do tempo, está o fator religião. Tanto o povo judeu quanto o palestino buscam em seus livros sagrados (que acreditam conter instruções de Deus, como se Deus compactuasse com assassinatos) razões para acreditarem que aquelas terras lhes pertencem.

E porque foi “dada” a eles por Deus, como acreditam equivocadamente, não admitem barganha, por isso até hoje nenhum acordo político de paz obteve êxito.

Assim, sempre que um palestino ou judeu é morto, o lado ofendido trata logo de se vingar, obedecendo "ordens divinas".

A lei do talião ou da vingança está presente tanto na Bíblia (“olho por olho, dente por dente”) quanto no Corão (“Ó fiéis, está-vos preceituado o talião para o homicídio: livre por livre, escravo por escravo, mulher por mulher.”). Eis porque a paz em Gaza me parece ser um sonho muito longe de ser alcançado.

Em tempo: no Novo Testamento, Jesus aboliu a lei da vingança, e no lugar, recomendou oferecer a outra face e amar nossos inimigos. Infelizmente, as palavras de Jesus não ecoaram naquela região.
Fernando Bastos
Enviado por Fernando Bastos em 16/07/2014
Reeditado em 16/07/2014
Código do texto: T4883864
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Fernando Bastos
Guaramirim - Santa Catarina - Brasil, 59 anos
87 textos (16068 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/04/21 19:20)
Fernando Bastos