Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OS TRÊS TIPOS DE CRENTES, ATEUS E AGNÓSTICOS

Existem três tipos de pessoas diante do fator Deus.
O primeiro tipo (representado por cerca de 90% da humanidade) é formado por crentes. O segundo tipo é formado por ateus e o terceiro, por agnósticos. Cada um desses tipos pode ser dividido em três partes: os fortes (extremistas), os médios (moderados), os fracos (liberais).
1. Crentes
O crente forte acredita na existência de Deus (ou deuses) e que as suas Escrituras devem ser interpretadas literalmente. O cristão por exemplo, acredita que o conto da cobra que falava com Adão e Eva é real e não uma fábula. Ele acredita que só quem segue sua religião vai para o céu.
O crente médio acredita que nem tudo em suas Escrituras Sagradas deve ser interpretada literalmente. Por exemplo, o mar sendo aberto ao meio foi um fenômeno natural, explicado pela ciência.
O crente fraco, liberal ou deísta, discorda de muitos pontos de sua religião de nascimento, e já não segue nenhuma religião, embora acredite na existência de um Deus criador. Ele não acredita em inferno e céu literalmente.
2. Ateus
O ateu forte acha a religião totalmente inútil e perigosa. Odeia crentes. São aqueles que gostam de ridicularizar os crentes postando piadas nas redes sociais. Acredita que todos os problemas desapareceriam se as religiões fossem extintas.
O ateu médio consegue ver algo positivo na religião, e necessária para muitos crentes, pois serve como uma “muleta psicológica” para dar esperança aos crentes por dias melhores e aliviar a dor da existência. Aprecia o conceito de inferno porque serve como controle social e evita que muitos crentes saiam por aí matando e cometendo violência.
O ateu fraco não se importa com religião e nem gosta de discutir o assunto. Respeita quem crê e quem não crê, desde que não interfiram em sua vida.
3. Agnósticos
O agnóstico forte acha ser impossível descobrir se existe ou não um Deus criador. Por isso não se preocupa com o assunto.
O agnóstico médio acha ser impossível descobrir se existe ou não um Deus criador, mas pode ser que no futuro, a Ciência consiga essa resposta.
O agnóstico fraco pensa que talvez Deus exista. No entanto, se realmente existir esse Deus, ele não é o deus que as religiões criaram.
Fernando Bastos
Enviado por Fernando Bastos em 06/10/2014
Código do texto: T4989086
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Fernando Bastos
Guaramirim - Santa Catarina - Brasil, 59 anos
87 textos (16068 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/04/21 19:15)
Fernando Bastos