Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O MISTÉRIO DE DEUS


Recentemente tomei conhecimento sobre a existência de uma doutrina que nega a existência de Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo. Que diz que pai, filho e espírito são atributos de Deus, e que eles não existem, mas que são a mesma pessoa. Por isso vamos inquirir das sagradas Escrituras se assim é. Pois que elas são inspiradas por Deus, para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir na justiça, para que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra. II Tm. 3:16.

Não me surpreende que ocorra esse pensamento nalguns que se dizem entendidos em assunto de salvação, e que também se dizem profetas de Deus, que alardeiam que foram chamados e escolhidos por ele para esse ofício. Porque todos os que se ocupam de ministrarem pelas escrituras reivindicam autenticidade, e dizem se fundamentarem nelas, desfazendo de quem não partilha daquilo que difundem com tanta veemência.

E não me surpreendo pelo fato de que, como não são observadores dos mandamentos de Deus, que nos pode fazer mais sábios do que as aves dos céus, e que é condição para alcançarmos a sabedoria de Deus, não podem entender as coisas do Espírito de Deus, as quais se discernem espiritualmente. Mas se algum deles se converte a Cristo, então lhe é retirado o véu que recobre a sua face.

Já temos discorrido sobre o assunto em outros aspectos quando falamos na deidade de Jesus, e dissemos ser ele o Deus Todo Poderoso, já que um com o Pai; que é o corpo de Deus, sendo o anjo do Senhor, etc. E agora vamos buscar discorrer sobre a sua pessoa, mostrando que ele apesar de ser um com o Pai, e também se ter nomeado de pai, não é o Deus Pai.

Disse Jesus, certa vez:
E eu não vim de mim mesmo, mas aquele que me enviou é verdadeiro, o qual vós não conheceis. Jo. 7:28.  Assim, já que ele foi enviado, então alguém o enviou. Quem fez isso?

O missivista aos Hebreus, assim escreveu:
Havendo Deus outrora falado aos pais pelos profetas, a nós nestes dias falou-nos pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de tudo, por quem também fez o mundo. Hb. 1:1.

Então o Filho foi constituído. Ou seja, foi instituído com.
Quem é herdeiro é porque herda. Então ele recebeu tudo em herança.
Continuemos.

Diz ainda o missivista aos Hebreus:
Mas ao introduzir o Filho no mundo, diz: O teu trono, ó Deus, é eterno. E todos os anjos de Deus o adorem. V. 6.

Além de ele ser chamado de Deus, de eterno, e dizer que tem trono, diz que os anjos de Deus (outro Deus), o adorem.

É difícil se mandar a um cego que veja, se ele é cego, principalmente se for cego de nascença. Jesus disse que um cego não pode guiar a outro cego, pois ambos cairão no buraco. Mas os homens contemporâneos da sua época diziam ver. Por isso disse Jesus: “Se fôsseis cegos, não teríeis pecado algum; mas, porque agora dizeis: Nós vemos, subsiste o vosso pecado”. Jo. 9:41.

 E ele veio para dar vista aos cegos, libertar os que estavam em prisões, e anunciar o ano aceitável do Senhor. Mas para isso ele foi ungido, veja:

O Espírito do Senhor é sobre mim, pois que me ungiu para evangelizar os pobres. Enviou-me a curar os quebrantados de coração, a pregar liberdade aos cativos, e restauração da vista aos cegos, a pôr em liberdade os oprimidos, a anunciar o ano aceitável do Senhor. Lc. 4:18 e 19.

Manifestação de três entidades: Ele, que fala, o Espírito com o qual ele fora ungido; e o Senhor, a quem pertencia o Espírito que operava.

 
JESUS, O ENVIADO DE DEUS PAI

A seguir vamos relacionar várias passagens bíblicas que dão testemunho de que Jesus fora enviado por outro, e que ele não veio por vontade própria.

- E, se na verdade julgo, o meu juízo é verdadeiro, porque não sou eu só, mas eu e o Pai que me enviou. Jo. 8:16.
- Se eu testifico de mim mesmo, o meu testemunho não é verdadeiro. Há outro que testifica de mim, e sei que o testemunho que ele dá de mim é verdadeiro. Jo. 5:30-32.
- Ouvistes que eu vos disse: Vou, e venho para vós. Se me amásseis, certamente exultaríeis porque eu disse: Vou para o Pai; porque meu Pai é maior do que eu. Jo. 14:28.
- E aquele que me enviou está comigo. O Pai não me tem deixado só, porque eu faço sempre o que lhe agrada. Jo. 8:29.
- Quem vos recebe, a mim me recebe; e quem me recebe a mim, recebe aquele que me enviou. Mt. 10:40.
- Qualquer que receber um destes meninos em meu nome, a mim me recebe; e qualquer que a mim me receber, recebe, não a mim, mas ao que me enviou. Mc. 9:37.
- E disse-lhes: Qualquer que receber este menino em meu nome, recebe-me a mim; e qualquer que me receber a mim, recebe o que me enviou; porque aquele que entre vós todos for o menor, esse mesmo é grande. Lc. 9:48.
- Quem vos ouve a vós, a mim me ouve; e quem vos rejeita a vós, a mim me rejeita; e quem a mim me rejeita, rejeita aquele que me enviou. Lc. 10:16.
- Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Jo. 3:17.
- Porque aquele que Deus enviou fala as palavras de Deus; pois não lhe dá Deus o Espírito por medida. Jo. 3:34.
- O Pai ama o Filho, e todas as coisas entregou nas suas mãos. Jo. 3:35.
- Jesus disse-lhes: A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou, e realizar a sua obra. Jo. 4:34.
- Eu não posso de mim mesmo fazer coisa alguma. Como ouço, assim julgo; e o meu juízo é justo, porque não busco a minha vontade, mas a vontade do Pai que me enviou.
- Mas eu tenho maior testemunho do que o de João; porque as obras que o Pai me deu para realizar, as mesmas obras que eu faço, testificam de mim, que o Pai me enviou.
- E o Pai, que me enviou, ele mesmo testificou de mim. Vós nunca ouvistes a sua voz, nem vistes o seu parecer. Jo. 5:36 e 37.
- Porque eu desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou. Jo. 6:39.
- E a vontade do Pai que me enviou é esta: Que nenhum de todos aqueles que me deu se perca, mas que o ressuscite no último dia. Jo. 6:38 - 39.
- Porquanto a vontade daquele que me enviou é esta: Que todo aquele que vê o Filho, e crê nele, tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia. Jo. 6:40.
- Ninguém pode vir a mim, se o Pai que me enviou o não trouxer; e eu o ressuscitarei no último dia. Jo. 6:44.
- Assim como o Pai, que vive, me enviou, e eu vivo pelo Pai, assim, quem de mim se alimenta, também viverá por mim. Jo. 6:57.
- Jesus lhes respondeu, e disse: A minha doutrina não é minha, mas daquele que me enviou. Jo. 7:16.
- Clamava, pois, Jesus no templo, ensinando, e dizendo: Vós conheceis-me, e sabeis de onde sou; e eu não vim de mim mesmo, mas aquele que me enviou é verdadeiro, o qual vós não conheceis. Mas eu conheço-o, porque dele sou e ele me enviou. Jo. 7:28 e 29.
- Muito tenho que dizer e julgar de vós, mas aquele que me enviou é verdadeiro; e o que dele tenho ouvido, isso falo ao mundo. Mas não entenderam que ele lhes falava do Pai. Jo. 8:26 e 27.
- Disse-lhes, pois, Jesus: Se Deus fosse o vosso Pai, certamente me amaríeis, pois que eu saí, e vim de Deus; não vim de mim mesmo, mas ele me enviou. Jo. 8:42.
- Convém que eu faça as obras daquele que me enviou, enquanto é dia; a noite vem, quando ninguém pode trabalhar. Jo. 9:4.
- Àquele a quem o Pai santificou, e enviou ao mundo, vós dizeis: Blasfemas, porque disse: Sou Filho de Deus? Jo. 10:36.
- Porque eu não tenho falado de mim mesmo; mas o Pai, que me enviou, ele me deu mandamento sobre o que hei de dizer e sobre o que hei de falar. E sei que o seu mandamento é a vida eterna. Portanto, o que eu falo, falo-o como o Pai mo tem dito. Jo. 12:49 e 50.
- Na verdade, na verdade vos digo que não é o servo maior do que o seu senhor, nem o enviado maior do que aquele que o enviou. Jo. 13:16.
- Quem não me ama não guarda as minhas palavras; ora, a palavra que ouvistes não é minha, mas do Pai que me enviou. Jo. 14:24.
-  E eu dei-lhes a glória que a mim me deste, para que sejam um, como nós somos um. Eu neles, e tu em mim, para que eles sejam perfeitos em unidade, e para que o mundo conheça que tu me enviaste a mim, e que os tens amado a eles como me tens amado a mim. Pai, aqueles que me deste quero que, onde eu estiver, também eles estejam comigo, para que vejam a minha glória que me deste; porque tu me amaste antes da fundação do mundo. Pai justo, o mundo não te conheceu; mas eu te conheci, e estes conheceram que tu me enviaste a mim. E eu lhes fiz conhecer o teu nome, e lho farei conhecer mais, para que o amor com que me tens amado esteja neles, e eu neles esteja. Jo. 17:22-26.
- E agora vou para aquele que me enviou; e nenhum de vós me pergunta: Para onde vais? Jo. 16:5.
- Disse-lhes, pois, Jesus outra vez: Paz seja convosco; assim como o Pai me enviou, também eu vos envio a vós. Jo. 20:21.
- Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, para remir os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos. E, porque sois filhos, Deus enviou aos vossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai. Gl. 4-6.
- Nisto se manifesta o amor de Deus para conosco: que Deus enviou seu Filho unigênito ao mundo, para que por ele vivamos. I Jo. 4:9.
- Nisto está o amor, não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou a nós, e enviou seu Filho para propiciação pelos nossos pecados. I Jo. 4:10.
- E vimos, e testificamos que o Pai enviou seu Filho para Salvador do mundo. I Jo. 4:14.
- Qualquer que confessar que Jesus é o Filho de Deus, Deus está nele, e ele em Deus. I Jo. 4:15.
- Revelação de Jesus Cristo, a qual Deus lhe deu, para mostrar aos seus servos as coisas que brevemente devem acontecer; e pelo seu anjo as enviou, e as notificou a João seu servo; Ap. 1:1.
- E disse-me: Estas palavras são fiéis e verdadeiras; e o Senhor, o Deus dos santos profetas, enviou o seu anjo, para mostrar aos seus servos as coisas que em breve hão de acontecer. Ap. 22:6.
- Todavia digo-vos a verdade, que vos convém que eu vá; porque, se eu não for, o Consolador não virá a vós; mas, quando eu for, vo-lo enviarei. E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo. Jo 16:7 e 8.
- Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito. Jo. 14:26.
- Todas as coisas me foram entregues por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai; e ninguém conhece o Pai, senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar. Mt. 11:27.
-   Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo que, segundo a sua grande misericórdia, nos gerou de novo para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos. I Pe. 1:3.

Essas passagens bíblicas seriam suficientes para provar que Jesus não é só como Deus; que ele fora enviado; e que quem lhe enviou é maior do que ele. Entretanto existem muitas outras passagens bíblicas que consubstanciam o que cremos e propomos, que Jesus não é Deus Pai, ainda que um com o Pai.

O FILHO FOI GERADO, E RECEBEU POSSE E PODER.

No livro de Salmos está profetizado:
Proclamarei o decreto: o Senhor me disse: Tu és meu Filho, eu hoje te gerei. Pede-me, e eu te darei os gentios por herança, e os fins da terra por tua possessão. Tu os esmigalharás com uma vara de ferro; tu os despedaçarás como a um vaso de oleiro. Sl 2:7 a 9.

Porque, a qual dos anjos disse jamais: Tu és meu Filho, hoje te gerei? E outra vez: Eu lhe serei por Pai, e ele me será por Filho? E outra vez, quando introduz no mundo o primogênito, diz: E todos os anjos de Deus o adorem. Hb. 1:5 e 6.

Jesus foi gerado como homem pelo Pai. Foi dado ordem que os anjos de Deus o adorem; recebeu instrução para pedir, e lhe seria dado os gentios por herança, e os fins da terra por sua possessão, e ele os esmigalhará e os despedaçará, etc. Também lhe foi dado todo o poder, veja:

E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra. Mt. 28:18.

Assim, o poder lhe foi dado. E se lhe foi dado, logo alguém lhe deu. Quem fez isso? Veja:
Todas as coisas me foram entregues por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai; e ninguém conhece o Pai, senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar. Mt. 11:27.

Tudo por meu Pai me foi entregue; e ninguém conhece quem é o Filho senão o Pai, nem quem é o Pai senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar. Lc. 10:22.

Dizem os apóstolos:
Graça a vós e paz da parte de Deus nosso Pai, e da do Senhor Jesus Cristo. Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericórdias e o Deus de toda a consolação; II Co. 1:2 - 3.

A todos os que estais em Roma, amados de Deus, chamados santos: Graça e paz de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo. Rm. 1:7.

Graça e paz da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo. I Co. 1:3.

Graça e paz da parte de Deus Pai e do nosso Senhor Jesus Cristo. Gl. 1:3.

Paulo, e Silvano, e Timóteo, à igreja dos tessalonicenses em Deus, o Pai, e no Senhor Jesus Cristo: Graça e paz tenhais de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo. I Ts. 1:1.

Graça e paz a vós da parte de Deus nosso Pai, e da do Senhor Jesus Cristo. II Ts. 1:2.

Eleitos segundo a presciência de Deus Pai, em santificação do Espírito, para a obediência e aspersão do sangue de Jesus Cristo: Graça e paz vos sejam multiplicadas. I Pe. 1:2.

Graça e paz vos sejam multiplicadas, pelo conhecimento de Deus, e de Jesus nosso Senhor. II Pe. 1:2.

Como vimos nas passagens transcritas, tanto o apóstolo Paulo como o apóstolo Pedro fazem menção a Deus Pai e ao Filho Jesus, o Cristo, em suas saudações às igrejas.

Quando uma pessoa se curva diante de alguém é porque o considera superior. E isso fazia Jesus quando orava, veja:

E apartou-se deles cerca de um tiro de pedra; e, pondo-se de joelhos, orava, dizendo: Pai, se queres, passa de mim este cálice; todavia não se faça a minha vontade, mas a tua. Lc. 22:41 e 42.

Ora, porque querer colocar em evidência o pai, se isso fosse apenas um atributo de Jesus, se ele não quer que seu povo creia em vários deuses, e se ele fosse somente um? E se como ele mesmo disse nas passagens já assinaladas que não era ele só, mas que havia outro que dava testemunho com ele?

Veja essa citação bíblica:
Para que todos honrem o Filho, como honram o Pai. Quem não honra o Filho, não honra o Pai que o enviou. Jo. 5:23.

O que poucos entendem é que Deus é uma entidade, como se fosse uma empresa, e que filho também significa filial, ou parte da entidade. E que Deus Pai é Espírito; o Filho é a expressa imagem do Pai, ou a representação corpórea do Pai, e o Espírito Santo é parte integrante dessa entidade. Atente para as passagens bíblicas a seguir:

Deus nunca foi visto por alguém. O Filho unigênito, que está no seio do Pai, esse o revelou. Jo. 1:18.
E subiram Moisés e Arão, Nadabe e Abiú, e setenta dos anciãos de Israel. E viram o Deus de Israel, e debaixo de seus pés havia como que uma pavimentação de pedra de safira, que se parecia com o céu na sua claridade. Porém não estendeu a sua mão sobre os escolhidos dos filhos de Israel, mas viram a Deus, e comeram e beberam. Ex. 24:9-11.

Para que o leitor entenda que quando Jesus falou que ele e o Pai eram um, ele estava falando de unidade, atente bem para a passagem bíblica a seguir:

E eu dei-lhes a glória que a mim me deste, para que sejam um, como nós somos um. Eu neles, e tu em mim, para que eles sejam perfeitos em unidade, e para que o mundo conheça que tu me enviaste a mim, e que os tens amado a eles como me tens amado a mim. Jo. 17:22 e 23.
oliprest
Enviado por oliprest em 14/07/2007
Código do texto: T564495
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
oliprest
Manaus - Amazonas - Brasil, 71 anos
4156 textos (384301 leituras)
334 áudios (6549 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/05/21 01:07)
oliprest

Site do Escritor