Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vencendo o si mesmo fazemos um mundo melhor.☁☁😀

E disse o SENHOR a Caim: Onde está Abel, teu irmão? E ele disse: Não sei; sou eu guardador do meu irmão? (Gen. 4:9). Este versículo faz parte da narrativa do primeiro homicídio que a bíblia nos relata. Aqui vemos que mesmo Caim sendo avisado sobre o estava preste a se desdobrar devido ao que ele carregava em seu interior, ele segue nutrindo o mal que carregava dentro si, invés de eliminá-lo.
Mas também vemos o amor de Deus agindo sobre o duro coração onde o pecado da inveja habitou. Aqui Deus confronta a Caim com uma pergunta: Onde está Abel, teu irmão?  Mais uma vez Deus busca no infrator uma resposta que assuma e busque reparação do seu erro. Ou seja, aqui vemos o amor dando uma oportunidade para que através do arrependimento abrisse-se o caminho para a misericórdia e o perdão completo. Embora Caim tivesse cometido o pecado de livre e espontânea vontade, o amor acenava com amoroso perdão, rico em graça.
Mas como todo ser orgulhoso a resposta veio como uma indagação mentirosa: Sou eu tutor de meu irmão? Que resposta desrespeitosa para a pergunta de um Pai amoroso! Petulantemente, desafiadoramente, Caim deu a sua resposta. Se faz triste notar que o egoísmo e o pecado já o tinha agarrado em seu domínio. E neste momento ele renunciou o amor fraterno e consequentemente o amor divino. Mas Deus que é amor não deixou de provê-lo de misericórdia. Pois mais a frente vemos que Deus coloca em Caim uma marca de proteção.

Aqui aprendemos duas coisas para meditarmos durante o nosso dia:
1 – A primeira é, o maior mal que pode nos afetar é aquele que carregamos dentro de nós, pois como um granulo de fermento pode levedar toda uma massa. Assim se dá dentro de nós, tudo começa com um pensamento ruim, que no final do dia se tornará em um atitude ou um feito ruim. E tal feito nos acompanhará por toda vida.
2 – A segunda é, somos sim guardadores de nossos irmãos. Mas o sentimento egoísta, traça em nós um viver somente para si mesmo e isso nos afasta do amor de Deus.
Mas é bom que entendamos que ato ou atitude individual reverbera na história de toda a humanidade. E quando deixamos este mundo algo de nós ficará aqui. Algo que crescerá e se difundirá; se mal como um câncer, uma erva daninha ou um veneno que se infiltra na vida. Se bom será como a flor que floresce embeleza e depois que morre deixa o fruto que alimentará outra vida.

Ah! Que o Senhor nos conceda a graça de deixar atrás de nós, não o germe do mal, mas sim algo de bonito em que possam ser benditas as vidas dos que venham depois.  Que o amor de Cristo Jesus seja sempre o árbitro de nossas vidas.

(Molivars).
Molivars
Enviado por Molivars em 16/04/2018
Reeditado em 16/04/2018
Código do texto: T6309863
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Molivars
Arujá - São Paulo - Brasil
872 textos (6671 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/04/18 14:02)
Molivars