Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Relacionamentos Tóxicos

João 10.9b
“...Eu vim para que tenham vida, e a tenham plenamente.”

Pra início de conversa
A entrada em relacionamentos como esse tem a ver com um nível absurdo de carência. As pessoas estão cada vez mais sensíveis e desenvolvem uma dependência enorme de pessoas ao seu redor lhe servindo, lhe mimando, fazendo suas vontades. Isso resulta em relacionamentos pouco saudáveis, chamados atualmente de tóxicos.

Indo direto ao assunto
Quando você não consegue se impor, perde sua personalidade, tem dificuldade de dizer “não”, tudo se torna sua culpa, não se tem apoio nas suas escolhas, uma relação sem futuro, enfim, você não se encontra feliz, são algumas características de relacionamentos tóxicos. Há namoros, porém amizades bastante complicadas, que chegam nesse nível.

Quando o nível extrapola, fica extremamente difícil sair dele. O relacionamento parece uma teia de aranha, quanto mais se mexe pra sair, mais se envolve. É fundamental algumas atitudes para que isso não vire doença e atrapalhe seu desenvolvimento levando a uma vida desequilibrada.

Em primeiro lugar, você vai precisar identificar que está vivendo um namoro ou amizade tóxica. Se conhecer, desenvolver uma autocrítica apurada é o primeiro passo para que você busque a cura.

Em segundo lugar, procure ajuda. Pode ser de alguém experiente na família, na igreja ou até profissional que vai te orientar nas decisões a tomar.

Em terceiro lugar: entregue esse relacionamento a Jesus e peça a Ele que te ajude a equilibrar ou até terminar com isso. Traz transtornos seríssimos às pessoas e aos familiares verem seus entes queridos nesse tipo de amizade ou namoro. E ainda, infelizmente, há sempre uma possibilidade de se ter uma tragédia. A proteção divina é fundamental.

Pra finalizar
Em qualquer situação, a prevenção pode evitar muitos problemas. Ser criterioso com quem você vai se relacionar mais intimamente, seja amizade ou namoro, é importante demais. Observar, criar vínculos amistosos, conhecer a história e a família do outro ajudam e muito a fugir desse problema que assola nossos jovens. Cuide-se! Fica na paz!
Felipe Narcizo
Enviado por Felipe Narcizo em 12/07/2019
Reeditado em 13/07/2019
Código do texto: T6693958
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Felipe Narcizo
São João de Meriti - Rio de Janeiro - Brasil
64 textos (679 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/07/19 16:31)
Felipe Narcizo