Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Amor que se fez vivo na pessoa de Jesus, revela-nos Deus. (Parte 1).


Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim. Se vós me tivésseis conhecido, conheceríeis também a meu Pai. Desde agora o conheceis e o tendes visto. (João 14:6-7. Estes vivos e esclarecedores versículos fazem parte da passagem onde Jesus esclarece que no amor de Cristo vemos e conhecemos a Deus.


Estes versículos movimentam o interior de quem os ouve ou lê, seja ateu, cético, agnóstico duro ou brando, seja um estudioso ou um religioso. Pois traz consigo a essência que movimenta a psique humana, que é a de conhecer a sua origem.


Para o mundo antigo foi a coisa mais esmagadora que Jesus disse. Pois para os gregos Deus era, por definição, o invisível. Para os ortodoxos era um artigo de fé, porque eles “afirmavam ninguém jamais viu a Deus.” Jesus se dirigiu a pessoas que pensavam desse modo dizendo: “Se vós me tivésseis conhecido, conheceríeis também a meu Pai, (João 14:7a).”


Isto soou para Felipe como algo difícil de aceitar e o moveu a pedir algo a Jesus: Replicou-lhe Filipe: Senhor, mostra-nos o Pai, e isso nos basta. (João 14:8).  Possivelmente ele tinha em mente o dia grandioso quando Deus revelou sua glória a Moisés (Êxodo 33:12-23). Onde no versículo vinte Deus diz: Não me poderás ver a face, porquanto homem nenhum verá a minha face e viverá. (Êxo 33:20). Mas na plenitude do tempo veio Jesus e em seus atos e ensinamentos nos mostrou a Deus em sua pessoa.


E ainda hoje como naquela época muitos não conseguem entender como podemos ver a Deus. E então seguem oprimidos e fascinados pelo que se denomina a transcendência de Deus. Sentem-se esmagados pela ideia da diferença e a distância entre Deus e o ser humano.


CG. Jung numa entrevista a uma emissora inglesa, ao lhe perguntarem se acreditava em Deus, respondeu: "I do not believe, I know". ou seja, Eu não acredito, eu sei. Henri Fabre, falava de sua convicção religiosa em termos quase idênticos: "Não acredito em Deus: eu o vejo". Assim se dá com aquele que se abre ao amor de Deus, a sua fé passa de abstrata para uma fé prática e concreta.


Quando entendemos o amor de Cristo Jesus podemos dizer: "Eu conheço deus pois Ele tomou sobre si e viveu nossa vida, primando pelo amor". Se for assim, e o é, podemos dizer e ter as mais valiosas experiências a respeito de Deus. E quanto mais buscamos entender o amor mais conhecemos a Deus.

João em sua carta diz: Amados, amemo-nos uns aos outros, porque o amor procede de Deus; e todo aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Aquele que não ama não conhece a Deus, pois Deus é amor. (1Jo 4:7,8). Então cabe a cada um entender e buscar o praticar diário dos ensinamentos de Jesus, pois todos procedem da vontade amorosa do Pai. E quanto mais negarmos o si mesmo e prol do respeito e do amor ao próximo mais conhecemos a Deus. Que o amor de Cristo Jesus seja sempre o árbitro de nossos corações.

(Molivars).

Molivars
Enviado por Molivars em 03/10/2019
Código do texto: T6760648
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Molivars
Arujá - São Paulo - Brasil
1419 textos (12563 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/01/20 23:47)
Molivars