Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

2019: mais um boato sobre o fim do mundo

Nos últimos 20 anos escutamos lendas e boatos sobre o fim do mundo. Foi assim em 1999 (profecia de Nostradamus), 2012 (Calendário Maia), 2014 (Mitologia Nórdica), 2015 (previsão do grupo Brussells Sprouts) e 2016 (grupo Profecias do Fim dos Tempos). A Terra passou incólume por todos eles. Agora a história se repete, em 2019.

Começa a ganhar corpo nas redes sociais os boatos do fim do mundo em 1º de fevereiro de 2019. O novo Apocalipse será provocado pela colisão do asteroide NT7 com a Terra, capaz de destruir um continente inteiro, causar a extinção das espécies e provocar mudanças climáticas no planeta.

Outros falam do asteroide 2002AJ129 (do tamanho do edifício mais alto do mundo, o Burj Khalifa, de 826 metros, em Dubai-Emirados Árabes), que está vindo em direção à Terra numa velocidade de 122 mil quilômetros/hora. Capaz de destruir cidades inteiras e, se cair no mar, provocar tsunamis com poder de destruição em escala global. A data do caos é o domingo, dia 04 de fevereiro de 2019.

Para ilustrar, alguns profetas da desgraça relacionam o NT7 ao filme "Impacto Profundo" (Paramount Pictures e Dream Works, 1998 - Estados Unidos), uma produção de US$ 80 milhões. Dirigido por Mimi Leder, com produção executiva de Steven Spielberg, o foco do enredo fictício são as tentativas de cientistas para colocar detonadores nucleares num cometa de 11 quilômetros de diâmetro, que está prestes a colidir com a Terra e provocar  extinção em massa.

ASTERÓIDES - O NT7 realmente existe. Foi visto pela primeira vez em 05 de julho de 2002, pelo Observatório Linear do Novo México (Estados Unidos) e, de acordo com o seu grau de brilho, os astrônomos calculam que tenha cerca de dois quilômetros de diâmetro.]

O asteroide passará, sim, próximo à órbita da Terra em 1º de fevereiro de 2019 e, posteriormente, em 1º de fevereiro de 2060. Mas, pelo menos nessa primeira passagem, o choque está descartado. Os astrônomos concederam ao NT7 o "nível 0,6" de perigo, baseados na Escala de Palermo (escala de tipo logarítmica com função de medir riscos de impacto de objetos próximos à Terra). Também pelos cálculos na Escala de Turim (método de classificação de risco de colisão e poder destrutivo de asteroides e cometas próximos à Terra), tal ameaça inexiste: não há a menor hipótese do choque. E isso já havia sido informado desde 2002.

O 2002AJ129, também descoberto em 2002, não oferece nenhum perigo à Terra. Segundo a Nasa, o asteroide vai passar a 11 vezes a distância entre a Terra e a Lua, viajando a 107.000 km/h.

No início de 2018, o gerente do Centro de Estudos para Objetos próximos à Terra, da Nasa, Paul Chodas, garantiu que há 14 anos os cientistas acompanham de perto o 2002AJ129 e conhecem a sua rota. Pelos cálculos, segundo ele, o asteroide demorará cerca de 100 anos para atingir o nosso planeta.

Portanto, não há com o que se preocupar. O que existe, de fato, são apenas boatos de pessoas que não querem ver a paz da humanidade; estão apenas interessadas em provocar alardes, medos e confusão.
 
Uma rápida pesquisa nos leva à constatação de que as previsões catastróficas são antigas e vêm desde antes de Cristo. Então, não deem atenção aos falsos profetas. Acalmem vossos corações e creiam no que diz a Bíblia: "Quanto ao dia e à hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, senão somente o Pai" (Mateus 24:36 e Marcos 13:32).

Prefiro manter a minha esperança e convicção do que está escrito no Salmo 37: “Os justos possuirão a Terra e viverão nela para sempre” (Salmo 37:29).
ALEXANDRE ACIOLI
Enviado por ALEXANDRE ACIOLI em 23/12/2018
Reeditado em 23/12/2018
Código do texto: T6534182
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ALEXANDRE ACIOLI
Recife - Pernambuco - Brasil
63 textos (83851 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/02/19 21:09)