Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O 4ª PODER (IMPRENSA) E A REPETIÇÃO MIL VEZES DAS NOTÍCIAS !!! (I)

O 4ª PODER (IMPRENSA) E A REPETIÇÃO MIL VEZES DAS NOTÍCIAS !!! (I)

ORA, VAMOS RACIOCINAR: se a Imprensa, o dito 4° Poder da República serve para noticiar os acontecimentos dos outros Três Poderes da “Praça É Nossa”, dentre outras atribuições do noticiário nacional, e se ela, Imprensa, não possui um senso crítico aguçado com relação aos acontecimentos da “Praça”, então, podemos concluir, a “Galáxia de Gutemberg serve para muito poucas coisas.

SE A IMPRENSA, O 4° Poder, não ajuda a população de receptores de suas notícias e comentários a compreender as entrelinhas do que acontece nos bastidores dos poderes na “Praça É Nossa”, então sua utilidade pública é quase coisa nenhuma.

SE O JORNALISMO praticado pelos noticiários TV visivos e noticiosos da “Galáxia de Gutemberg” (jornais e revistas) não serve para nortear a percepção popular do que está a acontecer nos bastidores do Palácio do Planalto, no Congresso e no STF Inconstitucional a população de receptores dessas informações vai continuar na obscuridade.

TAL IMPRENSA ESTARIA fazendo o mesmo papel dos políticos, ou seja: repetindo seus discursos de intenções numa direção enquanto a realidade de suas ações institucionais dirigem-se ao norte de seus interesses localizados de defensores cleptocratas das oligarquias que representam, não o Povo, mas eles mesmos.

SE A IMPRENSA NÃO exerce o papel de tirar a venda dos olhos da população enganada por seus supostos representantes congressistas, então para que serve ??? Ela se torna um mero instrumento noticioso extensão cooptada dos outros Três Poderes republicanos.

O JORNALISMO PRECISA alertar a sociedade sobre o que está, realmente, a acontecer por detrás das aparências de realidade do que ela mesma informa, comunica e noticia. A Imprensa não é uma fraternidade de repetidores de mensagens, linguajares e falares dos políticos e autoridades do poder judiciário.

O PRESIDENTE BOLSONAGRO lida com jornalistas como se esses fossem crianças que merecem do papai admoestações e ameaças. Na 2ª feira (30/9/2019) não concedeu entrevistas alegando “deturpação” do que ele fala na mídia. Disse ele: “quando vocês fizerem uma matéria real do que aconteceu na ONU eu dou entrevista a vocês”.

NO DIZER DO PRESIDENTE ou o jornalismo se submete a interpretar o que ele fala de acordo com o que ele quer, ou não haverá mais entrevistas. A atitude poderia ser mais totalitária e antidemocrática ??? — Sim, poderia e realmente foi.

AS “FAKE-NEWS” CONTIDAS no discurso presidencial na ONU se desdobraram em muitas e muitas outras inverdades reproduzidas por seus seguidores de plantão. Inverdades ou mentiras reproduzidas muitas vezes acabam por se tornar “verdades”. “Verdades” entre aspas.

O MINISTRO DA PROPAGANDA nazi, Joseph Goebbels afirmava que uma mentira repetida mil vezes torna-se “verdade”. “Verdade” entre aspas. Na realidade de quem ouve uma mentira mil vezes ela, mentira, torna-se mil vezes mais errada e insignificante. Não para os fanáticos admiradores do “mito” entre aspas.
Decio Goodnews
Enviado por Decio Goodnews em 08/10/2019
Código do texto: T6764163
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Decio Goodnews
São Paulo - São Paulo - Brasil
1830 textos (474540 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/11/19 18:09)

Site do Escritor