Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



                                                                  
                    REFORMA ORTOGRÁFICA
           
UNIFICAÇÂO DA LÍNGUA PORTUGUESA:BRASIL E PORTUGAL
 

Quanto às modificações ortográficas no nosso idioma,com o objetivo de unificar as duas (?!) Línguas,faço as minhas restrições.

-Primeiro,porque não podemos jogar de qualquer maneira as regras,sabendo-se que muitas pessoas não sabem nem o que são vocábulos oxítonos ,paroxítonos e proparoxítonos...

-Por que,por exemplo,tirar o trema de algumas palavras,se elas continuarão com a mesma pronúncia?A linguiça vai continuar linguiça,com a mesma pronúncia,seja qual for o seu sabor...

-Como explicar a uma criança que está sendo iniciada na escrita a pronúncia de quinquênio?!
De que adianta mudar a grafia,se a pronúncia continua a mesma?
Outro exemplo é o ei, (sem acento,mas com timbre aberto(assembléia) e com timbre fechado (ceia)...
Só conseguiremos ter idéia desta pronúncia através da língua falada,através de um aprendizado constante.Poderemos ,talvez assim,ter um referencial gráfico,que será feito através do que se ouve e,não, do que se lê.

É aí é que entra a necessidade do conhecimento da Fonética.

Fui professora de Língua Portuguesa durante 44 anos,no Liceu Nilo Peçanha,no Colégio São Vicente de Paulo e em várias outras escolas de Niterói.Jamais deixei de dar valor às palavras através de seu conteúdo,através do estudo de textos.E agora, na sofreguidão de “ensinar novidades”,receio que os professores adotem simplesmente uma forma de ensinar que eu considero um aprendizado simplesmente falho,com o objetivo único de “preparar para concursos e vestibulares”.

O famoso sistema “Certo - Errado” :
              (Antes,era assim...  Agora,é assim...)

Enfim,vamos esperar para ver as vantagens (ou desvantagens?!) desta “uniformização ortográfica”.
 Na minha opinião,os prejuízos serão maiores que os benefícios (com algumas exceções,é lógico!),se não houver uma orientação realmente bem segura na aplicação destas regras.

Felizmente,embora este acordo entre em vigor a partir de 1º de janeiro de 2009,haverá um prazo até 2012 (!!!) para sua aplicação na íntegra.

Vamos,pois,esperar...

                                                      10/01/2009
 

 
 
 
 
Alda Corrêa Mendes Moreira
Enviado por Alda Corrêa Mendes Moreira em 11/01/2009
Reeditado em 02/05/2009
Código do texto: T1378542
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Alda Corrêa Mendes Moreira
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
213 textos (16008 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/11/19 15:54)
Alda Corrêa Mendes Moreira