Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Democracia Mercantil

Sem um projeto educacional básico sustentável, acoplado as reformas urgentes, nunca haverá neste pais uma democracia plena.

O mínimo que pode haver incrustado em um sistema democrático é a dignidade de propósitos, mesmo estando inclusos os sub jogos e a engenharia política necessária, não se pode planificar o roubo aos cidadãos, a demagogia e a mentira, nestes fatores a democracia que há neste Pais deixa a desejar, não criou-se a cultura do respeito, somente da delapidação, seja ela financeira ou moral.

A sangria financeira instalada desde o ano de 2003 no Pais terá reflexos desastrosos nos próximos governos, houve investimentos bélicos desproporcionais,  empréstimos, doações, repasses financeiros as ONGs, aos sindicatos, as pastorais, aos contratos publicitários, as casas legislativas e associações clandestinas como MST entre outras.

O Governo alardeia que não há inflação, que a economia esta estabilizada, etc, etc. Mas... faça uma análise: veja qual era o valor do consumo de luz no mês de setembro de 2008, e qual é o valor no mês de setembro de 2009, aplique esta análise em todos os serviços e produtos básicos mantidos pelo governo, ex: luz-gaz-água e combustíveis.

Se deve deter as explicações enganosas transmitidas pelo Governo sobre a inflação.

É necessária a implantação de um sistema governamental voltado para o social básico de ensino, com investimentos em projetos óbvios, seria o mínimo a ser feito pelo governo em resposta a centenas de inocentes úteis, que na esperança de serem retirados da miserabilidade cultural e física em que vivem, sufragaram aos eleitos os seus votos.

Se implantado o princípio de fazer o máximo pelo mínimo necessário e o óbvio para as pessoas deste País, irá ficando restrito o espaço para os pastores do voto, a educação expurga naturalmente políticos adeptos aos vícios e práticas populistas.

Passados vários anos da posse do novo governo em 2002, os sinais são exatamente o esperado...um grande circo, uma farsa marketeira, contando com o apoio da mídia... a sinalização é clara, nenhum projeto social de bases educacionais sólidas foi elaborado.

O Governo teve o disparate de lançar projetos denominados *Fome Zero, PACs, etc., são tantas as propostas e siglas, que gerão uma confusão de direcionamentos, não surtindo o efeito real, ou seja: os índices de educação no ensino básico estão piores, o governo não aplica o óbvio, fica a nítida impressão que tudo é planejado nas pranchetas eleitorais, um insulto, acobertado e promovido pelos eleitos devido a miserabilidade cultural do País.

Analise estes escritos oriundos da prova do ENEM no ano de 2008 feito por estudantes do 2 grau, e pergunte-se:  SERÁ POSSÍVEL ?

01) “o problema da amazônia tem uma percussão mundial. Várias Ongs já se estalaram na floresta.”

02) “A amazônia é explorada de forma piedosa.”

03) “Vamos nos unir juntos de mãos dadas para salvar o planeta.”

04) “A floresta tá ali paradinha no lugar dela e vem o homem e creu.”

05) “Tem que destruir os destruidores por que o destruimento salva a floresta.”

06) “O grande excesso de desmatamento exagerado é a causa da devastação.”

07) “Espero que o desmatamento seja instinto.”

08) “A floresta está cheia de animais já extintos. Tem que parar de desmatar para que os animais que estão extintos possam se reproduzirem e aumentarem seu número respirando um ar mais limpo.”

09) “A emoção de poluentes atmosféricos aquece a floresta.”

10) “Tem empresas que contribui para a realização de árvores renováveis.”

11) “Animais ficam sem comida e sem dormida por causa das queimadas.”

12) “Precisamos de oxigênio para nossa vida eterna.”

13) “Os desmatadores cortam árvores naturais da natureza.”

14) “A principal vítima do desmatamento é a vida ecológica.”

15) “A amazônia tem valor ambiental ilastimável.”

16) “Explorar sem atingir árvores sedentárias.”

17) “Os estrangeiros já demonstraram diversas fezes enteresse pela amazônia.”

18) “Paremos e reflitemos.

19) “A floresta amazônica não pode ser destruída por pessoas não autorizadas.”

20) “Retirada claudestina de árvores.”

21) “Temos que criar leis legais contra isso.”

22) “A camada de ozonel.”

23) “a amazônia está sendo devastada por pessoas que não tem senso de humor.”

24) “A cada hora, muitas árvores são derrubadas por mãos poluídas, sem coração.”

25) “A amazônia está sofrendo um grande, enorme e profundíssimo desmatamento devastador, intenso e imperdoável.”

26) “Vamos gritar não à devastação e sim à reflorestação.”

27) “Uma vez que se paga uma punição xis, se ganha depois vários xises.”

28) “A natureza está cobrando uma atitude mais energética dos governantes.”

29) “O povo amazônico está sendo usado como bote expiatório.”

30) “O aumento da temperatura na terra está cada vez mais aumentando.”

31) “Na floresta amazônica tem muitos animais: passarinhos, leões, ursos,

32) “Convivemos com a merchendagem e a politicagem.”

33) “Na cama dos deputados foram votadas muitas leis.”

34) “Os dismatamentos é a fonte de inlegalidade e distruição da froresta amazonia.”

35) “O que vamos deixar para nossos antecedentes?”

36) “A fiscalisação tem que ser preservativa.

37) “Não podem explorar a Amazônia de maneira tão devassaladora.

As pesquisas revelaram índices alarmantes em vários segmentos, são assassinadas em média 80 pessoas por semana nas cidades do Rio De Janeiro e S. Paulo, há 5 milhões de crianças e adolescentes em trabalho escravo, situações de alta tensão na área de segurança acontecem em escala acelerada, tendo um governo voltado somente à politicagem, sem projetos sociais de educação básica e moradia a médio e longo prazo.

O governo não aplica o óbvio, instalou-se no País a política da ação zero, com propostas voltadas somente para arrecadação de impostos e taxas indecentes a serem promulgadas pelo legislativo em todo o País.

A aplicação do óbvio estaria na imediata proposta para a urbanização de bairros com sustentação educacional direta.

Deve o governo renunciar a demagogia, voltando-se à execução do projeto gradativamente, em todos os Estados da Federação.

Só há um caminho...propor um projeto de Educação Básica com Urbanização Sustentável acoplado a reformas da CLT, Eleitoral,Tributária e Fiscal.
Dino De Campos
Enviado por Dino De Campos em 18/11/2009
Reeditado em 19/11/2009
Código do texto: T1930371

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar o nome da obra REGOVERNAR e o autor DINO DE CAMPOS.). Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dino De Campos
Estados Unidos
6 textos (206 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/19 22:04)
Dino De Campos