Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A minha primeira vez...

... no Kodama!

Como toda primeira vez precisa de preliminares, tive a minha em setembro do ano passado. Mais exatamente na Ressaca do Kodama. Público pequeno comparado ao evento em si... mas, bem parecidos. Como já dizia Renato Russo: festa estranha, com gente esquisita!

Sábado (26/05) começou com quase uma hora no ônibus até chegar no colégio NDA Sênior. Quando desço do ônibus: cores, muitas cores. Pessoas, cabelos diferentes, perucas, roupas estranhas e uma fila enooooorme. Nada boba ligo para o bry me salvar. Com o tripé da filmadora na mão é mais fácil ainda de convencer que faço parte do staff do grupo Final Fanta. Não que seja de total mentira, até porque quem filmou a apresentação fui eu.

Furando fila entrei mais rápido. Que bom, porque a fila era muito grande, daquelas de desanimar. Ficar minutos, mas muitos minutos no sol não era a idéia de ninguém ali. Ao entrar no colégio mais um susto, muitas pessoas andando para todos os lados. Ai lembro do detalhe, o meu ingresso era o número 3717, já era muita gente. O do bry, que comprou uma semana antes do evento, era o 5000 e tanto, muito mais gente ainda. E na entrada tinha uma pequena fila de pessoas comprando ingresso.

Tocas com orelha, tiaras de orelha, saias de prega de todas as cores e tamanhos, meias listradas, perucas brancas, rosas, azuis, em pé, lisas, curtas, longas.. de todos os formatos. Harry Potter e cia., controle de video-game, espartanos, Mario sem Luiggi, tinha de tudo e mais um pouco. Sendo quase que totalmente away nesse mundo de anime não reconheci nem um terço dos cosplayers.

Stands com roupas, adesivos, acessórios, miniaturas, revistas e posters. No sábado não vi nenhum, não dava, era praticamente impossível chegar perto. Como disse mais acima, tinha muita gente e para todos os cantos. Sábado terminou, para mim, com a apresentação do grupo Final Fanta. Problemas com o tripé a parte foi bem divertida. Algumas piadas deram para entender, outras entraram no mundo que para mim é desconhecido. Mas pela reação do público foi muito boa.

Domingo foi só surpresa. Não precisei ser salva pelo bry para entrar. Nem dois minutos foram gastos na fila de entrada. Parecia um colégio no turno da tarde, onde só têm algumas aulas e poucos alunos. Mas eram quase 11h da manhã. Totalmente o oposto de sábado em relação ao público. Mas ainda com muitos cosplayers. Uma quantidade grande de piratas, que até agora não sei se só surgiram no domingo ou se foi mesmo impossível vê-los no sábado. O dia ficou marcado com a luta do Bry, Bernardo, Beaves e Siddy no stand Excalibur. O que rendeu boas risadas também.

Para leigos no assunto, como eu, o evento é o mais engraçado e assustador possível. As pessoas mudam de nome e identidade pelo final de semana inteiro. Encararam roupas quentes no calor absurdo que fez. E algumas até desconfortáveis. Mas valeu de tudo para ser o personagem por uns dias. E lógico, ter os 15 minutos de fama, porque depois de pessoas o maior número era de maquinas digitais registrando tudo.

Foi uma primeira vez bem divertida.

Obs.: tudo isso sem contar a Praça de alimentação, onde consegui achar o guioza mais gostoso de todos!


Por Renata Losilla
chaverinho
Enviado por chaverinho em 29/05/2007
Código do texto: T505382

Comentários

Sobre a autora
chaverinho
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 34 anos
17 textos (15260 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/04/20 02:04)
chaverinho