Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

                              O otimista, o realista e o pessimista
 
            Algo que tenho observado é o agir das pessoas; como pensa e age o Ser humano em relação a ele mesmo e a sociedade. É comum ouvirmos dizer “tal pessoa é otimista” ou “é realista” e ainda ele "é pessimista”. O que é ser otimista? realista ou pessimista?
            Olhando por certo prisma observo que o otimista é um grande sonhador, um utópico. É uma pessoa que acredita que o mundo pode ser melhor; acredita nos sonhos. Acredita que todas as pessoas são boas e estão sempre disponíveis, que são solidarias etc. Os otimistas são aqueles que vivem uma realidade onde o importante são os ideais. O otimista em muitas situações exerce liderança, pois são motivadores para a construção de uma sociedade melhor. O que seria do mundo se não houvesse pessoas otimistas? Certamente, estaríamos mais pobres e o mundo seria mais frio e melancólico e sem impulso para ser melhor. Não haveria as organizações não governamentais para defender a natureza, a vida, os excluídos, etc. Não haveria os grandes projetos científicos. Enfim, não haveria tantas entidades trabalhando como colaboradores do Estado, muitas vezes ocupando funções que não compete a ela, mas por acreditar num mundo melhor acabam desempenhando tais papeis
            A partir da atuação do otimista surge outra indagação: o que motiva tais otimistas?Sem duvida é uma força sobrenatural interior, o amor pela vida, pela pessoa humana, pois a recompensa não passa de frustrações, humilhações, etc. A sociedade é uma selva onde o bem é sempre vista de maneira obscura, é mal interpretado. Enfim, ser otimista é ser um sonhador, é nadar contra a correnteza.
            “Realista”; este é alguém que tem sobre si uma grande responsabilidade, pois cabe colocar freios ou mesmo em determinados momentos jogar água fria no otimista. Se por um lado o otimista é um sonhador, por outro o realista é aquele que tem a missão de trazê-lo à realidade e neste contexto vive entre o amor e o ódio.
            Muitas vezes a pessoa realista é confundida com a pessimista, pesando sobre ela a indiferença, o preconceito, devido incumbir a ele a critica, a imparcialidade e a contestação. É comum o realista receber o estigma de ser uma pessoa fria e sem sentimentos ou mesmo alguém invejoso, devido difícil tarefa controlar a euforia do otimista desfazendo muitos sonhos por ter o pé mais no chão do que nas alturas.
            O que levam as pessoas serem realista? Certamente, são as frustrações, os embates, as experiências repetidas, etc.
            Um dos medos do Ser humano é o de ser realista, pois, todos de certa forma somos sonhadores e ser realista é viver este embate entre o possível e o ideal. Ser realista é ser verdadeiro consigo mesmo, isto em determinados momentos angustia, é frustrante, pois é ver a realidade como é: crua e nua.  
            Enfim ha também o pessimista.  O que levam as pessoas serem pessimista é este confronto com a realidade. O realista ainda que seja pé no chão, permite acreditar que o melhor é possível, já o pessimista, pelo contrario, é uma corrente de negatividade. Fecha-se para as possibilidades e assim, se destrói interiormente como também procura destruir os outros.

Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 27/02/2005
Reeditado em 02/02/2009
Código do texto: T5283


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Ataíde Lemos
Ouro Fino - Minas Gerais - Brasil, 55 anos
5500 textos (1329961 leituras)
5 e-livros (13442 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/10/20 04:20)
Ataíde Lemos

Site do Escritor