Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UZIAS, REI DE JUDÁ

PALAVRAS DE VIDA
                                                                   Pastor Serafim Isidoro.
                               UZIAS, REI DE JUDÁ
   
Se não me falha a memória, foi importante político de nossa nação que, em entrevista a destacada jornalista da televisão fez a seguinte declaração: “O poder (político) fascina e embriaga”. Já há séculos  o apostolo Paulo escrevera: “A ciência incha...” Desde a queda de Adão nosso protótipo, o ser humano nasce fadado ao orgulho, pecado mater que derrubou o Querubim que habitava o Jardim do Édem. A ânsia da grandeza e do reconhecimento público logo cedo se manifesta na criatura humana. Disfarçado em desejo lícito do desenvolvimento do seu caráter esse anseio vai crescendo até que plenamente se manifesta como tal. Quem não gostaria de ser grande? Do berço ao tumulo há uma trajetória que almeja a opulência, o orgulho, o dinheiro e o poder.

O personagem bíblico ora em foco Uzias, cujo nome hebraico significa “Jeovah é minha força” era filho da nobreza, tendo como pai Amazias, da tribo de Judá. Conforme o texto bíblico de II Cn.26, reinou durante 52 longos anos. O veneno do poder se desenvolveu paulatinamente até que o rei resolveu  apossar-se também do oficio religioso que o Deus de Israel determinara à tibo de Levi e seus descendentes. Alvorou-se Uzias em oferecer incenso no altar sagrado, o que foi a sua ruína. O livro bíblico Hebreus  preceitua que ninguém toma para si esta honra senão aquele que é chamado por Deus.

A palavra MINISTRO no seu original grego  - erroneamente traduzido assim em nossas Bíblias – significa em tradução literal servidor, servente, DIAKONOS. O servidor de Deus é  ministrante dos Seus mistérios – I Co. 4.1  - Yperetês –“ remadores “ – honrado escravo  -DOULÓS  - título usado pelo apostolo Paulo no início de quase todas as suas cartas ou epístolas.

Em nosso artigo “A Parábola dos Reis da Terra”, publicado aqui no “Recanto das Letras”, já dizíamos da política religiosa que embriaga líderes de nossa época. Ser escravo de Deus – descarte-se o termo SERVO – é honra que nos vem desde o ventre de nossa mãe, tornando-nos integrantes do eterno plano de Deus – BOULÊ – que engloba todas as épocas é destacado no caráter Divino. Em o Christo somos então chamados, capacitados e promovidos no Seu reino eterno, participantes da glória divina que Ele recebeu de Seu Pai.

                                                Só Jesus.

O Th. D. Honoris Teologia, D.D. Pr. Serafim Isidoro oferece seus livros, apostilas e aulas do grego koinê:
Serafimisidoro4@gmail.com.br No Google: serafim Isidoro textos
serafim isidoro
Enviado por serafim isidoro em 07/12/2018
Reeditado em 07/12/2018
Código do texto: T6520953
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
serafim isidoro
Varginha - Minas Gerais - Brasil, 83 anos
250 textos (27446 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/18 11:28)
serafim isidoro