Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Filosofia budista

 
    O budismo é baseado nos ensinamentos do Buda histórico, Sidarta Gautama, que viveu no Nepal entre 563 e 483 a.C. (antes de Cristo). É a filosofia criada por ele que é difundida pelo budismo, que está aumentando seu número de adeptos com rapidez. Uma das causas desse acontecimento é o fato de o budismo não ser uma religião, ele pode ser praticado por qualquer um: um católico pode ser budista, um espírita pode ser budista, etc.
   Além de não adorar deuses, o budismo não possui nenhum “livro sagrado” ou liturgia. E prega que acima de tudo devemos buscar a felicidade, pois ela nos é possível se assim quisermos. O principal objetivo do budismo é ajudar cada um a se libertar do sofrimento.
                                     O Buda:
   Aquele que é representado sempre sentado e risonho não condiz com a verdadeira aparência de Sidarta Gautama, o Buda histórico (Gordinho e careca), essa é apenas uma forma folclórica de simular a aparência do monge chinês. O Buda histórico, criador de vários ensinamentos sobre autoconhecimento, é assim chamado porque chegou a iluminação e atingiu a felicidade. Buda significa ao pé da letra “iluminado”, por isso qualquer um que conseguir libertar-se do sofrimento pode ser considerado um Buda. É sempre dito que Sidarta não foi o primeiro a atingir esse grau de iluminação, mas foi o único que se empenhou para que outras pessoas seguissem o mesmo caminho.
   As quatro verdades nobres:

Meditação e práticas que englobam o respeito a si mesmo e a todos os seres vivos são oferecidos aos adeptos do budismo, que entre os seus principais ensinamentos destaca as “quatro verdades nobres”, que, segundo a filosofia budista, podem ajudar todos a superar o sofrimento e atingir a felicidade tão desejada. São elas:

O sofrimento existe – Ele é real, não pode ser ignorado;

O sofrimento tem suas causas – Ele surge a partir dos nossos apegos excessivos e das nossas expectativas irreais;

É possível eliminar essas causas – Elimine o apego. Você conseguirá isso com práticas corretas (meditação, mantras, estudos, atos de caridade, etc) feitas para eliminar esse hábito;
Existe um caminho para eliminá-lo – Siga os oito passos do caminho óctuplo e liberte-se do apego ao desejo:

                              1-Pensamento correto
                              2-Intenção correta
                              3-Fala correta
                              4-Ação correta
                              5-Modo de vida correto
                              6-Esforço correto
                              7-Atenção correta
                              8-Concentração correta

Fonte:https://www.estudopratico.com.br/filosofia-budista-conheca-seus-principios/
Wanessa Galvão
Enviado por Giovânia Correia em 08/09/2019
Reeditado em 08/09/2019
Código do texto: T6740330
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Giovânia Correia
São Paulo - São Paulo - Brasil, 49 anos
4156 textos (147448 leituras)
2 áudios (798 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/05/21 21:50)
Giovânia Correia