Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Áudio
Assim não, Vale !
Publicado por: Germano Ribeiro
Data: 10/02/2019
Classificação de conteúdo: seguro
Créditos:
Assim não, Vale !
Letra de Cláudia Machado
Música de Germano Ribeiro
Violão e voz, Germano Ribeiro
Enviar por e-mail
Denunciar

Texto

Assim não, Vale !



Minha Minas Gerais
Suas minas gerais
Tanto ouro, tanto ferro
Tanta canga de minério

Tantas aves coloridas
Verdes pastos, mansidão
Queijo bom, doce de leite
Com goiabada cascão

Hoje o céu está tão azul
O sol brilha como antes
Não vou ver minha menina
Escondida na avalanche

Desceu lama vale abaixo
Foi cobrindo toda vida
Mariana, Brumadinho
Sua gente esquecida

Nada Vale
A sua vida
Nada Vale
O seu amor

Vou me embora
De partida
O que não Vale
Aqui ficou


Vai de trem, vai de navio
O suor da nossa gente
Vai-se embora essa riqueza
Bem prá lá do sol nascente

Sinto a lágrima no rosto
Na garganta um novo grito
Nada vai trazer de volta
O pai do menino aflito

O que virá depois de agora?
São centenas de calados
Do minério precioso
Brota um povo flagelado

Minas como era antes
Roça boa, ao pé da serra
Vales com seus mil riachos
Uma beleza a nossa terra

Nada Vale
A sua vida
Nada Vale
O seu amor

Vou me embora
De partida
O que não Vale
Aqui ficou
Germano Ribeiro e Cláudia Machado
Enviado por Germano Ribeiro em 10/02/2019
Reeditado em 10/02/2019
Código do texto: T6571806
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Germano Ribeiro
Campinas - São Paulo - Brasil
241 textos (21358 leituras)
165 áudios (11508 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/02/19 23:48)
Germano Ribeiro
Rádio Poética