Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Áudio
ChicoDoCrato-LúcyaAdães-AH!
Publicado por: ChicoDoCrato
Data: 18/05/2019
Classificação de conteúdo: seguro
Créditos:
ChicoDoCrato-LúcyaAdães-AH!
https://www.recantodasletras.com.br/audios/
ChicoDoCrato- Música, Voz, Violão e sintetizador, Arranjo,Mixagem.e adaptação do Poema de Lúcya Adães.
AosMeusfilhos,Manuel(Oceânografo),Rodrigo(Logística)minhanetinhaValentina,Rafael(Agrônomo)Minha Netinha Maria Isadora.
Audacity 090 ritmo 67+50 em Ré-.Gravação Caseira-Gravar em estúdio Copyright: proibir a cópia, reprodução, distribuição, exibição, criação de obras derivadas e uso comercial sem a sua prévia permissão.

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Para Meu parceiro Musical, meus filhos e netas). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Texto

ChicoDoCrato-LúcyaAdães-AH!

ChicoDoCrato-LúcyaAdães-AH!
https://www.recantodasletras.com.br/audios/cancoes/83087
ChicoDoCrato- Música, Voz, Violão e sintetizador, Arranjo  e Mixagem.e adaptação do Poema de Lúcya Adães.
AosMeusfilhos,Manuel(Oceânografo),Rodrigo(Logística)minhanetinhaValentina,Rafael(Agrônomo)Minha Netinha Maria Isadora.
Audacity 090 ritmo 67+50 em Ré-. Gravação Caseira-Gravar em estúdio Copyright: proibir a cópia, reprodução, distribuição, exibição, criação de obras derivadas e uso comercial sem a sua prévia permissão.A proteção anticópia é ativada.

Quando criança, pensava bem forte:
ia ser feliz... Sim!... Ia ter sorte!
Eu cresceria num lar bem feliz...
...que, por certo, seria passaporte
para, quando adulta(o), com um(a) bom(a) consorte
construirmos o lar que eu sempre quis.

Cresci, estudando a vida e a morte.
Fiz-me poeta a buscar o norte
das coisas eternas, infinitas...
E, apesar dos meus versos de alto porte,
inda hoje anelo ter a feliz sorte
de não ver ao meu lado almas aflitas!

Ah! Não é feliz quem tem por esporte,
escandalizar e traçar vil corte
nas minhas esperanças de então...
Sou poeta!... Amo a Vida, e não há morte!
Louvo a Deus, à Natureza e a quem porte
dentro de si, bondoso coração.

Como sofro tanta desigualdade!
Ah! é tão triste a animalidade
que ainda vive quem se diz cristão...
Quisera eu fazer da Caridade,
da Paz e do Amor, sublime estandarte
balançando-se ao vento, em cada mão!...

Ah! se isso acontecesse de verdade...
Se o que eu vejo, fosse falsidade,
deixaria, é certo, de ser quimera
a decantada Solidariedade!...
Viveríamos a Fraternidade,
que há na flores pela Primavera!

Ah! eu juro, pela Divindade!
Matarei, com meus versos, a maldade!
- oh! juramento não jurado em vão! -
Por Deus! Que os vates na Espiritualidade
percebam já toda sinceridade
deste ente aflito anelando inspiração!

Meu Deus! Ajuda-me! Eu Te imploro!
Aplaca minhas mágoas, todo choro
de quem é bem fiel mesmo na dor!
Cinge-me a fronte pra que eu ouça o coro
dos anjos e arcanjos, senão estouro...
Que eu, doravante, semeie sempre o Amor!

Bem sei, para o Poeta não há morte!
Embora tenha ele como sorte:
amar muito amar!... Nunca ser amado!
Haverá, sim, de sempre ser bem forte,
para que em cada rima não transporte,
a todos, um sentir amargurado.

Bis
A Vida é eterna!... E a Eternidade
não é quimera! É palpável, de verdade,
vá o Poeta para onde for...
Se ele hoje sofre tanta soledade,
além da Vida, sua felicidade
será vivida no mais puro amor!

Meus Filhos e demais parentes e amigos:  Neste Sábado dia 18 de maio de 2019, já tarde da noite gravei o poema de Lúcia Adães "Ah!" ...  e pensava muito nos meus pais, principalmente no meu #PapaiZeca que nasceu no dia 22 de maio de 1923 e assim faria 95 anos no próximo dia 22 de maio de 2019,  como meu filhão caçula Manuel (que é o mesmo nome do meu #PapaiZeca( José Manuel de Souza), que também completa 31 anos no próximo dia 26 de maio de 2019.     Gravei e publiquei no Recanto das Letras e enviei pelas mídias sociais (Facebook, Instagram, etc...)...     Durante a noite sonhei várias vêzes com meu #PapaiZeca....        Hoje ao ouvir novamente a gravação publicada, estranhei a sonoridade nos versos destacados abaixo e na frase "DESTE ENTE" é a voz do meu PAPAI ZECA" ..................................................................  "Ah! eu juro, pela Divindade!
Matarei, com meus versos, a maldade!
- oh! juramento não jurado em vão! -
Por Deus! Que os vates na Espiritualidade
percebam já toda sinceridade
DESTE ENTE (ouçam a voz do meu #PapaiZeca)   aflito anelando inspiração!
 ---não consigo parar de chorar até agora----    É A VOZ DO MEU #PAPAIZECA!       Não fiz nenhuma montagem...    Assim a cada dia acredito na ESPIRITUALIDADE!    Vou consultar os médiuns amigos José Medrado da Cidade da Luz e Divaldo Franco da Mansão do Caminho...       "SouChicoDoCrato  #DerivandoAmor  #ChicoDoCratoMusical       Solicito a todos que receberem esta Mensagem que Ouçam a Música e prestem atenção e me enviem o seu depoimento por esta mídia social ou para o meus e-mais:  chico_crato@hotamail.com   consultor-franciscosales@bol.com.br   ou pelo meu whatsapp  71 92028988...   Podem clicar na setinha de volume no link que o download em MP3 baixará na sua pasta respectiva...  acessem https://www.recantodasletras.com.br/audios/cancoes/83087        
ChicoDoCrato e Lúcya Adães
Enviado por ChicoDoCrato em 18/05/2019
Reeditado em 19/05/2019
Código do texto: T6650688
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
ChicoDoCrato
Salvador - Bahia - Brasil, 63 anos
931 textos (19566 leituras)
936 áudios (18561 audições)
44 e-livros (1707 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/01/20 19:26)
ChicoDoCrato
Rádio Poética