Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Áudio
ENGRENAGEM
Publicado por: AC de Paula
Data: 21/06/2021
Classificação de conteúdo: seguro
Créditos:
voz LUIZ BIRA
autores AC DE PAULA - MANOEL GANDRA - LUIZ BIRA


Texto

Não preciso que me digam
que a coisa é esquisita,
feito jogo de roleta
uma esperança maldita.
Não desejo que me sigam,
eu não posso aliviar
as dores deste planeta
que agora me faz chorar.

Eu sou parte do problema,
sou um dente da engrenagem
que vacila no dilema
se sentença ou se poema,
se covarde ou se coragem,
se esperto ou picareta.
De bengala ou de muleta,
eu sigo minha viagem.

No mundo que inventei,
que existe dentro de mim,
brilha o sol de um sorriso
e luzes de camarim.
No real da fantasia,
o sonhar sempre é preciso
como som de cantoria
que nasce do improviso.

Contra o vento caminhando,
propondo minha magia,
vou soltando minha voz,
dando minha garantia
de que o tempo vai passando 
leve, solto e veloz.
Vai lá no fundo soprando
perfume dentro de nós.
AC de Paula e MANOEL GANDRA e LUIZ BIRA
Enviado por AC de Paula em 01/05/2021
Reeditado em 21/06/2021
Código do texto: T7245645
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
AC de Paula
São Paulo - São Paulo - Brasil
1442 textos (136499 leituras)
289 áudios (24497 audições)
7 e-livros (298 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/07/21 19:51)
AC de Paula

Site do Escritor
Rádio Poética