Valsinha

Publicado por: Germano Ribeiro
Data: 10/01/2022
Classificação de conteúdo: seguro

Créditos

Valsinha
Letra e música de Germano Ribeiro & Maria Araújo
Voz e violão: Germano Ribeiro

Valsinha

 

Acorda pra

Semana,

Lava o rosto

O tempo andou

 

Percebe

Nuvens negras,

Que o avião

No céu riscou

 

Num livro

Capa preta,

Abre o soneto

Que quiser

 

Começa

A compreender,

Os seus desejos

De mulher

 

Relembra

A voz tão doce,

E perfumada

Do pastor

 

Dizendo

Que o pecado

É do inimigo,

É desamor

 

E que seus

Olhos verdes,

São iguais

À perdição

 

Que o corpo

Que sacia,

É desamor

É só paixão

 

Laiá, Laiá, Laiá (2x)

 

O moço

Tão bonito,

Trouxe o amor

No paladar

 

Foi tanta

Brincadeira,

Até chegou

Resfolegar

 

Se entrega

Aos seus anseios,

Esquece que

O tempo passou

 

Verdade

De mentira,

Em seu destino

Enveredou

 

Pensou

Que isso fosse,

Para sempre

- Esse é o amor ?

 

Seu corpo

Ora um joguete,

O rosto aflito

Um só rubor

 

Na sala,

O som da porta,

Num relâmpago

Se foi

 

A noite,

A testemunha,

Da semente

Deles dois

 

Laiá, Laiá, Laiá (2x)

 

Germano Ribeiro e Maria Araújo
Enviado por Germano Ribeiro em 10/01/2022
Reeditado em 10/01/2022
Código do texto: T7426258
Classificação de conteúdo: seguro