Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Áudio
A FOLIÃ DESAJUSTADA #SUSPENSE
Publicado por: On
Data: 08/02/2020
Classificação de conteúdo: seguro
Créditos:

A FOLIÃ DESAJUSTADA #SUSPENSE

Site: https://www.recantodasletras.com.br/contos/6861348

Voz: Ana

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Texto

A foliã desajustada #suspense

A foliã desajustada #suspense

Durante as prévias do Carnaval no Recife, ela se veste de morte, segurando firmemente  a sua foice, com uma mão, e um copo de cachaça, com a outra. A água ela levava no cantil amarrado na alça envolta no pescoço.

Lá  vem o frevo fervendo ... pã rã nã rã nã rã nan .... a foliã levanta a sua longa veste negra, molhada de suor (haja quentura) e se acaba nos passos frenéticos, ao longo da rua Getúlio Vargas, próximo  ao mercado da Boa Vista. A rua é  estreita, seu prazer é  simples e estreito ... Lá vem o seu pretendente (crush?) daquela tarde. Homem lindo, ela pensou, levemente bêbado, andar masculino, unhas dos pés e das mãos bem tratadinhas ... huummm  ...

Havia tanto confete e serpentina no ar, sombreando os raios solares enfraquecidos da tarde, o entusiasmo do fim de festa chegando. Então ele veio sorridente e perguntou à foliã desajustada:
_ Você mora aqui perto?
_ Hun hun, ela respondeu. Qual o seu nome?
_ Pedro. E o seu?
_ Arlequina.
Ele sorriu. Ela, não, mas segurou a mão que Pedro lhe estendia...
Mãos macias, pensou.

'Voltei, Recife. Foi a saudade que me trouxe pelo braço  ..." ecoava ainda alto. Porém,  eles resolveram olhar outras fantasias noutro lugar, não se sabe onde. Desapareceram ao dobrar a esquina da rua Barão de São Borja e nunca mais foram vistos ...
On
Enviado por On em 08/02/2020
Reeditado em 08/02/2020
Código do texto: T6861348
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
On
Recife - Pernambuco - Brasil
2 textos (59 leituras)
18 áudios (399 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/02/20 22:41)
On
Rádio Poética