Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Áudio
CATARSE?
Publicado por: INEZTEVES
Data: 28/11/2012
Classificação de conteúdo: seguro
Créditos:
Escrito em 2009, por mim!
Mal Editado hoje, pois está tudo ruim aqui...
Mas deu vontade, certo?
Catarse de novo!!

Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Texto


(Ainda bem que guardei essa foto!)
 
CATARSE
Anuncio aqui um despejar de sentimentos propositalmente incoerentes!
Ouvi dizer que é saudável falar o que vem a mente sem recriminações...sem medir e repensar, para aliviar as mazelas estendidas pelo fosco dia a dia!
Houve um furto em minha viagem!
Assalto provavelmente teria me matado de susto ou desgosto!
Sou materialista ao extremo no que tange a objetos e coisinhas que me trazem lembranças boas!
Aquele modesto cordãozinho de ouro, bem simples,era um desses!
...E lá na Avenida Nossa Senhora do Carmo, bem perto do Mercado São José, arrancaram-me sem nenhuma piedade...
Dois cidadãos bem vestidos, talvez melhor que eu, com aparência boa...e profissão amarga!
Pois não foi???
Levei meia hora, ou mais, dentro de uma loja para recuperar-me do susto e conseguir tomar uma atitude coerente!
Dificilmente choro em público...Senti muita vontade fazê-lo e engoli o choro...Sabia se começasse não ia conseguir parar tão cedo!
Eu, que tinha saído de casa sozinha, planejando ir ao Mercado São José e depois dar uma esticada a Boa Viagem, voltei trêmula, zonzinha e decepcionada com aqueles moços...
Disseram-me que foi porque viram que eu não era Pernambucana!
Ôxe mais eu nem abri a boca!!
Estava numa avenida movimentada que só...e sozinha...
Bem, agora tem um pedaço meu lá em Recife...pois aquele meu adereço participou durante trÊs anos de minha vida e eu chorei pelos moços que furtaram...pois deve ser muito triste ter que pegar algo assim de uma professorinha que só tinha aquele medíocre, mas amado cordãozinho de ouro 18 kilates...e é alérgica a bijuterias!!
Catarseando meus melodramas...nem sei se comprarei outro!!
Fiquei cismada!
Senti tanto!!
Por ter perdido a jóia, por saber que foi vendida por uma ninharia provavelmente, e por ver aquela cena diante de mim, sem poder fazer nada para mudar meu jeito de ser, e muito menos o dos cabras que me furtaram!
Era "peba" o cordão...Aparentemente sim!
Eram "pebas" os ladrões?Aparentemente não!
Ôxe...pronto!
Vice...pronto!
Amei Recife, deixei um pedaço meu por lá!Arrancado, mas.. foi!
Pronto!
Pertinho da Igreja de Nossa Senhora do Carmo...





 
INEZTEVES
Enviado por INEZTEVES em 01/06/2009
Reeditado em 08/09/2014
Código do texto: T1626998
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
INEZTEVES
Japeri - Rio de Janeiro - Brasil
1377 textos (113089 leituras)
290 áudios (28869 audições)
2 e-livros (117 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/11/19 01:54)
INEZTEVES
Rádio Poética