Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Áudio
A. Tito Filho - Dados Biográficos (Jesus, Alegria
Publicado por: Francisca Miriam
Data: 25/12/2020
Classificação de conteúdo: seguro
Créditos:
: . . .

Título do Texto: "(A. Tito Filho) - Dados Biográficos"

Autora do Texto: Francisca Miriam (Aires Fernandes)

Nome do locutor/intérprete: Não Consta (Não Disponível)

Nome do Editor de Som: Audacity / Cláudio Carvalho Fernandes

Título da Música de Fundo: "Jesus, Alegria dos Homens"

Autor da Música de Fundo: Johann Sebastian Bach

.........................................

Texto

( A. Tito Filho ) - Dados Biográficos



DADOS BIOGRÁFICOS – retirados da Revista da APL/93


Nasceu em Barras (PI) 27-10-1924.
Pais – José de Arimathéa Tito (Desembargador) e Nize Rego Tito.
Esposa – Delci Maria Ribeiro Matos Tito.
Curso Superior – Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais.


VIDA ESCOLAR – Fez as primeiras letras em sua cidade, na escola da professora Honorina Tito. Em Teresina, estudou no colégio Diocesano, concluindo o Curso Clássico no antigo Liceu e o pré-jurídico no Liceu do Ceará em Fortaleza. Fez quatro anos do Curso Jurídico na Faculdade Nacional de Direito do Rio de Janeiro, concluindo-o no Piauí em 1950. Primeiro lugar durante o Curso acadêmico, no Rio como no Piauí.


FUNÇÕES EXERCIDAS EM TERESINA:

- Fiscal previdenciário;
- Professor de Organização Social e do Brasil e de Estudos Sociais do Curso Clássico (Colégio Estadual) do Piauí, hoje Zacarias de Góis;
- Professor de Sociologia Educacional (Escola Normal Oficial);
- Professor de Língua e Literatura Portuguesa (antiga Faculdade Católica de Filosofia);
- Diretor do Colégio Estadual do Piauí (hoje Zacarias de Góis);
- Interventor Federal na Federação Piauiense de Futebol;
- Consultor Jurídico e Presidente da extinta Comissão de Abastecimento e Preços do Piauí;
- Presidente da antiga Associação de Jornalistas Profissionais do Piauí;
- Secretário Geral da Academia Piauiense de Letras;
- Chefe de Grupo Executivo da Administração do Ministério da Agricultura no Piauí;
- Secretário da Biblioteca, Arquivo e Museu do Piauí (Casa Anísio Brito);
- Professor dos Cursos de Aperfeicoamento e Desenvolvimento do Ensino Secundário (Ministério da Educação e Cultura);
- Membro da Comissão de Projeto de Regulamento Geral do Ensino no Piauí;
- Membro da Comissão de Levantamento Cultural do Piauí;
- Presidente do Grupo de Trabalho de Readaptação do Ministério da Agricultura no Piauí;
- Membro e Presidente do Conselho Estadual de Cultura do Piauí;
- Executor do Plano Editorial do Piauí (1972-1975);
- Membro da Comissão Julgadora de Concursos Literários da Secretaria da Cultura do Piauí e da Academia Piauiense de Letras;
- Secretário da Edsucação e Cultura do Piauí;
- Secretário da Cultura do Piauí;
- Assessor do Comando Geral da Polícia Militar do Piauí;
- Membro da Comissão Julgadora de Concurso Jornalístico da Prefeitura de Teresina;
- Membro de Comissão Julgadora de Concurso da Universidade Federal do Piauí;
- Membro de Comissão Julgadora do Concurso de Português e Francês do Ministério da Educação e Cultura;
- Membro da Comissão do Centenário de Da Costa e Silva (Governo do Piauí);
- Presidente da Comissão Julgadora de Concurso de Contos João Pinheiro (1982 e 1985 – Fundação Cultural do Piauí);
- Membro da Comissão Julgadora de Concurso de Dramarturgia da Fundação Cultural do Piauí;
- Membro-Examinador do Concurso José Lins do Rego (1982 – Banco do Nordeste);
- Membro da Comiossão Julgadora do Concurso Martins Fontes (1984 – Centenário);
- Procurador Jurídico do Instituto de Assistência e Previdência do Piauí;
- Assessor da Reitoria da Universidade Federal do Piauí;
- Presidente da Academia Piauiense de Letras (1971 a 1992);

PARTICIPAÇÃO:

- Primeiro Congresso dos Conselhos Estaduais de Cultura (Rio);
- Conferência Nacional dos Jornalistas (Teresina – Relator e redator das teses);
- Congresso Nacional dos Jornalistas (Curitiba – Secretário);
- Conferência Nacional dos Jornalistas (Porto Alegre - Relator do Código de Ética do Jornalismo Brasileiro e orador oficial);
- Encontro das Academias de Letras de Goiânia;
- Segundo Encontro de Escritores Norte/Nordeste de Teresina;
- Seminário de Literatura Brasileira (Fortaleza – 1982);

JORNALISMO – ATIVIDADES EXERCIDAS

Rio de Janeiro
- Fundador e Redator de Libertação, órgão político;

Teresina:
- Redator de O Estado do Piauí e Jornal do Comércio e Diretor de O Piauí e Jornal do Piauí;
- Diretor de Panóplia (revista);
- Colaborou em O Dia e O Estado, Jornal do Piauí e Revista da Academia Piauiense de Letras;
- Criador e Redator de Notícias Acadêmicas, Informativo da Academia Piauiense de Letras;
- Desenvolveu programas culturais na Rádio Difusora, Rádio Clube e Rádio Pioneira de Teresina.

HONRARIAS
SÓCIO-CORRESPONDENTE

Academia de Letras:
- Rio de Janeiro (Carioca);
- Estado do Rio de Janeiro;
- Castro Alves (Bahia);
- Sobralense de Estudos e Letras;
- Paraná;
- José de Alencar (Paraná);
- São Paulo;
- Paraíba;
- Santos (São Paulo);
- Brasileira de Literatura;
- Espírito Santo;
- Artes e Letras (Pernambuco);
- Santa Catarina;
- Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão;
- Olinda (Pernambuco);
- Rio Grande do Norte;

SÓCIO HONORÁRIO:

- União Brasileira de Estudantes Secundaristas;
- Sociedade Brasileira de Escritores Médicos (Regional do Piauí);
- Instituto Histórico de Oeiras;

SÓCIO BENEMÉRITO:

- Museu de Arte do Piauí;
- Centro Cultural de Felgueiras (Portugal);
- Federação de Futebol do Estado do Piauí;
- Cidadão de Teresina – relevantes serviços prestados;
- Grande Oficial da Ordem do Mérito Renascença do Piauí;
- Acadêmico honorário da Academia Sergipana de Letras;
- Membro da União Brasileira de Escritores – São Paulo e Piauí;
- Diretor de Intercâmbio Cultural da Federação da Associação de Escritores do Brasil;
- Membro do Conselho da Medalha do Mérito Cultural Da Costa e Silva (PI);
- Sócio Benfeitor da Policlínica Geral do Rio de Janeiro;
- Personalidade Cultural da Academia Tambauense (SP) de Filosofia, Ciências e Letras;
- Membro do Conselho Deliberativo Municipal José Antônio Saraiva (Teresina);
- Sócio do Instituto Histórico e Geográfico do Piauí;
- Sócio Efetivo da Academia Piauiense de Letras;
- Da Ordem dos Advogados do Brasil (Secção do Piauí);
- Do Instituto dos Advogados do Piauí;
- Sócio da Academia Brasileira da Língua Portuguesa;
- Professor da Escola Superior da Magistratura.


INSÍGNIA:

- Comemorativa do Centenário da Abolição da Escravatura no Brasil;
- Instituto Histórico e Cultural Pero Vaz de Caminha – Brasília.


DIPLOMAS:

- Mérito do 25º NBatalhão de Caçadores (Teresina);
- Honra ao Mérito antiga Fundação Mobral;
- Projeto Rondon (Serviços de Integração Nacional);
- Mérito Cultural da UBE-RJ;
- Doutor em Sociologia da Academia Antero de Quental (SP);
- University of Colorado – cooperação ao Teatro;
- “Desembargador Helvídio Clementino de Aguiar” (Associação dos Magistrados Piauienses).


MEDALHAS:

Mérito Mafrense – do Instituto Histórico de Oeiras;
- Heróis do Jenipapo – Prefeitura de Campo Maior;
- José Veríssimo  da Academia Paraense de Letras e do Governo do Pará;
- Cidadão de Fortaleza (Câmara Municipal – relevantes serviços);
- Mérito Visconde da Parnaíba (Instituto Histórico de Oeiras – PI);
- Mérito da Federação das Academias de Letras do Brasil;
- Mérito Cultural Da Costa e Silva (1º centenário);
- Sesquicentenário da Polícia Militar do Piauí;
- Mérito Legislativo (Assembléia Legislativa do Piauí – sesquicentenário);
- Machado de Assis – Academia Brasileira de Letras.


OBRAS DO AUTOR

- Combustível e Alimento – 1951
- O Problema Social da Infância – 1952
- Da Atualidade do Latim Vulgar – 1958;
- Estudo do Vocabulário da Lira Sertaneja – 1972 e 1988;
- Viagem ao Dicionário – 1972;
- Esmaragdo de Freitas, Homens e Episódios (antologia comentada) – 1973;
- Deus e a Natureza em José Coriolano (antologia comentada) – 1973;
- Zito Batista, O Poeta e o Prosador (antologia comentada) – 1973;
- Lima Rebelo, O Homem e a Substância (antologia comentada) – 1973 – 1985 (2 edições);
- Notas e Comentários à Cronoilogia Histórica do Estado do Piauí, de Pereira da Costa – 1974;
- Teresina, Meu Amor – 1973, 1974 e 1991 (3 edições);
- Praça Aquidabã, Sem Número – 1975;
- Sermões aos Peixes – 1975;
- Teresina, Ruas, Praças, Avenidas e Roteiro Turístico – 1976 e 1986 (2 edições);
- Crônica da Cidade Amada – 1977;
- Carnavais de Teresina – 1978;
- A Igreja do Alto da Jurubeba – 1978 e 1986 (2 edições);
- José de Freitas, Comunidade Exemplar – 1978;
- Sua Excelência o Egrégio – 1978 e 1991 (2 edições);
- A Augusta Casa do Piauí – 1978;
- Memória da Cidade Verde – 1978;
- O Piauí no Congresso Nacional – 1980;
- Chico’s Bar: a Solução (Estudos de anglicismos) – 1981;
- Um Manicaca – Documento de uma Época (Estudo crítico sobre romance de Abdias Neves) – 1982;
- Matias Olímpio – Pensamento e Ação – 1982;
- Teresinando em Cordel – 1982;
- Viagem ao Dicionário – 2 volume – 1983;
- Mais Sermões aos Peixes – 1984;
- Notas e Comentários à Segunda Edição de “Um Manicaca”, de Abdias Neves – 1985;
- Poesia e Prosa – Jônatas Batista (Antologia Comentada) – 1985;
- Anglo-NorteAmericanismos no Português do Brasil (Estudo de anglicismos) – 1986;
- O Monumento do Jenipapo – 1989 (em co-autoria com o Pe. Joaquim Chaves);
- Liceu Piauiense – Memória Histórica Sentimental – 1989;
- Crônicas – 1990;
- Temas Atuais – 1992 (obra póstuma).


DADOS COMPLEMENTARES:


             José de Arimathéa Tito Filho ocupava, na Academia Piauiense de Letras, a Cadeira nº 29, de Patrono Gregório Taumaturgo de Azevedo e que teve como primeiro ocupante seu pai, o Desembargador José de Arimathéa Tito. Tomou posse em janeiro de 1964, em solenidade no Clube dos Diários, sendo saudado pelo Presidente na época, acadêmico Simplício de Sousa Mendes.

             Em 1971, com o falecimento de Simplício de Sousa Mendes, o acadêmico A. Tito Filho foi eleito para a presidência, na qual permaneceu por 21 anos, eleito sucessivamente por 11 mandatos.

             José de Arimathéa Tito Filho teve oito filhos – do primeiro matrimônio José de Arimathéa Tito Neto, Magistrado no Piauí, Nise Rejane Tito Ribeiro do Val, Lise Mariane Tito Silva, residentes no Rio de Janeiro, Ronaldo José de Castro Tito que mora em Brasília e Gladstone José de Castro Tito, falecido em 1983, e três do segundo, realizado em 1966, com Delci Maria Ribeiro Matos Tito: Scarlett O’Hara de Matos Tito, Maureen O’Hara de Matos Tito e Kathleen O’Hara de Matos Tito.

             A. Tito Filho faleceu aos 68 anos (incompletos), em Teresina, no dia 23 de junho de 1992, às 15:20 h, no Hospital Getúlio Vargas, sendo velado na Primeira Igreja Batista, sepultado no Cemitério “São José”.


                                       * * *

..............................................................................................

Do livro “Mensagens para A. Tito Filho”, Edição da autora, Teresina, 1997, páginas 13 a 21.

..............................................................................................

© Direitos reservados.
Francisca Miriam
Enviado por Francisca Miriam em 27/07/2011
Reeditado em 28/12/2020
Código do texto: T3121632
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Francisca Miriam
Teresina - Piauí - Brasil, 80 anos
927 textos (14234 leituras)
36 áudios (1190 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/01/21 00:05)
Francisca Miriam

Site do Escritor
Rádio Poética