Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Autores

Sobre a autora
Alíria Branca
Volta Redonda - Rio de Janeiro - Brasil, 34 anos
231 textos (11870 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/04/21 14:08)
Alíria Branca

Textos do autor
Perfil
Escrevendo deixo ir o que é ruim e preservo na memória o que é bom.

Fazia mais de um ano que eu não escrevia, que não entrava nesse recanto... Só que tenho precisado deixar o ruim ir embora...

Muitas coisas que havia escrito nesse espaço sobre mim mudaram, mas algumas continuam...

Sou um alguém nesse mundo de ninguém...
Acredito em muita coisa e não acredito em muitas outras..
Procuro sempre sorrir, mas também choro...

Busco significados para minha existência....e utilizo-me da simbologia para traduzi-los ao mundo....

Sendo assim quero ser um lírio e uma borboleta....

Transmitindo beleza, pureza, leveza, delicadeza, sutileza....E sempre mudar com os ventos....
A única certeza que temos é a mudança... Aceita-la e vive-la é o melhor remédio...
Não temo o inevitável!

Quem quiser conhecer um pouco sobre os lírios....Deixo algumas informações interessantes...

"O lírio sempre foi visto como o símbolo da pureza e é uma das flores mais antigas do mundo. Pode ser encontrado em pinturas nas paredes dos palácios da Grécia Antiga, onde era dedicado à Hera."
"O lírio é relacionado à Virgem Maria, em homenagem à sua pureza e, talvez por esse motivo, seja muito usado em buquês de noiva e em festas religiosas."
"Na alquimia, fabricava-se um perfume mágico a partir desta flor, que era usado para queimar no recinto onde se realizavam ritualísticas. Também existia uma crença que a flor ajudava a reconciliar os amantes: um pedaço do seu bulbo teria o poder de reaproximar os namorados que romperam as relações."
"Narra a mitologia, que a conselho de Minerva, Juno deu seu seio a Hércules, que havia sido abandonado no campo por Alcmene, sua mãe. O jovem herói teria sugado o seio com tanta força, que o leite esguichou em grande quantidade. As gotas que se espalharam no céu formaram a Via Láctea e as que caíram na terra transformaram-se em lírios."
"Outra curiosidade sobre esta flor é que no século XVII, o lírio era usado para decorar igrejas em homenagem à Virgem Maria, como símbolo de sua virgindade. Antes, porém, retiravam do lírio os órgãos masculinos e femininos (estames e pistilos), pois só assim a flor seria 'verdadeiramente virgem'."
"O lírio está incluído numa antiga lista de plantas consideradas mágicas, que teriam o poder de proteger contra bruxaria: dentro de casa, transformaria as más vibrações, e no jardim, funcionaria como uma barreira contra malefícios."


Última atualização em 13/04/21 14:08