Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Autores

Sobre o autor
Ruberval Cunha
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 46 anos
76 textos (7084 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/01/20 17:45)
Ruberval Cunha

Textos do autor
Perfil
Formado em Letras pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, concluinte do Curso Básico de Teologia do Instituto Teológico Quadrangular e partícipe em diversas oficinas de teatro e contação de histórias, Ruberval Cunha é o Criador do Improviso Guaicuru, modalidade de repente performático que agrega técnicas teatrais, discurso poético, elementos musicais e participação direta do público, costuradas através do repente. Inicialmente intitulada como repente performático, o amigo e músico Rubênio Marcelo, deu novo nome: improviso guaicuru, nome que passou a ser adotado. Esta modalidade vem dia a dia ganhando espaço nas mais diversas áreas, entre elas aberturas de eventos, promoção de produtos em feiras, exposições e palestras-show.
Palestrante, ator performático, poeta repentista e professor, já exerceu o cargo de Presidente da União Brasileira de Escritores - MS, atuou como Conselheiro no Conselho Estadual de Cultura de Mato Grosso do Sul e Conselho Municipal de Cultura de Campo Grande. Atualmente, pertence a diretoria da ACGT – Associação Campo-grandense de Grupos Teatrais, onde representa o grupo Velho de Imagens e trabalha na Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul/Biblioteca Estadual “Dr. Isaías Paim” como responsável pelos projetos: “Todas as Letras” e “Vem Ler o Mundo”. Durante três anos trabalhou como Coordenador do Grupo Teatran - Grupo de Teatro do Detran - efetuando palestras e espetáculos voltados para a sensibilização do ser humano com vistas a prevenção de acidentes. Com público alvo flutuante atua junto à empresas privadas, universidades, escolas e órgãos governamentais.
Como poeta e declamador é Tricampeão da Noite Nacional de Poesia, onde tornou-se o primeiro “Hors Concours”, tem em seu currículo, o bicampeonato de declamação no Concurso Internacional de Poesias do Club Pan-Americano “Eng.º Enrique Salazar Cavero”, onde também arrebatou por três anos consecutivos o 1º lugar de texto na categoria versos livres, em língua portuguesa, . Realizou a abertura do show de Ari Toledo (Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo), a abertura do Show de Chitãozinho e Xororó no Natal da Cidadania ( Parque das Nações Indígenas), participou do Festival América do Sul em sua 1ª e 4ª edições. No Rio de Janeiro, em 2003, apresentou-se na ABAV, destacando as belezas de MS na maior feira de turismo do país com participação de 24 estados e 27 países, em Brasília apresentou-se na UNB (Escola Fazenda), em São Paulo participou da 16.ª Bienal Internacional do Livro com a escritora Goretti de Moura, em Mato Grosso efetuou apresentações para prefeituras como a de Rondonópolis e para instituições Bancárias através da Empresa Interativa e no Rio Grande do Sul, juntamente com o poeta Darci Cunha e Joaquim Moncks, percorreu sete cidades efetuando declamações, performances e palestras em eventos de cunho cultural e acadêmico.
Elogios ao improviso guaicuru e ao seu criador também tem vida na voz de grandes nomes da cultura nacional: Adélia Prado (2002), ´Wally Salomão(2003), Nélida Piñon (2004), Thiago de Mello (2005), entre outros, em eventos da Noite Nacional da Poesia. Segundo Joaquim Moncks, Conferencista, Ex-deputado pelo Rio Grande do Sul e Presidente da Casa do Poeta Brasileiro, Ruberval Cunha é um Gênio da Oralidade.

Crê em Deus como grande amigo e credita a ele o seu dom.


Última atualização em 22/01/20 17:45