Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Autores

Sobre a autora
verita
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 68 anos
1758 textos (59068 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 01:24)
verita

Textos do autor
Perfil
“Sou mais um entre tantos, com uma identidade única e
permeada de atributos inerentes a minha forma
substancial”. Embora tenha completado meus 62 anos minha mente permanece jovem, continuo lutando por causas justas, por igualdade, solidariedade e, dentro do possível ajudar meus semelhantes.
Minha formação é Professora Primária, a qual exerci
apenas por um ano, prestei concurso público e ingressei
em 1969 no quadro de funcionários da UFPel e ali me
aposentei como Secretária.
Sou casada, tenho uma filha e meu hobby é escrever. No
ano passado recebi os Direitos Autorais por meu primeiro
livro de Poesias, "Rascunhos da Alma".
Sou espírita praticante, bem como, atuo nas Ciências
Esotéricas.
Através de minhas postagens e de sua leitura me conhecerá melhor. Uma de minhas poesias me retrata de forma perfeita.

Eu sou

Sou uma, sou duas, sou três, não importa quantas,
Basta saber que em cada uma delas eu vivo na plenitude,
Sem misturar razões, sentimentos ou aborrecimentos
Vivendo intensamente o presente, pois este tempo é fugaz,
Sou uma, sou duas, sou três, sem precisar mudar de lugar,
Sem trocar o vestuário, sem colocar fim em nada, apenas, ser
Não é loucura, é a arte de saber viver.





Este acróstico,  recebi de minha querida amiga, Munay, a qual agradeço emocionada por tua demonstração de afeto.  Beijokas  em teu coração com carinho.

Venho prestar minhas homenagens mais que merecida         
Esta pessoa que passei a admirar e
Respeitar por seu carisma, és fonte de
Inspiração, pelas suas palavras, espero algum dia
Ter um pouco desse seu "dom" em escrever
Admiro não só a poetisa, mas a bela pessoa que transparece ser...


Com todo carinho para você Verita

20/09/2011


 

Este acróstico,  recebi de minha querida amiga,  Ana Stoppa, a qual agradeço emocionada por tua demonstração de afeto.  Beijokas  em teu coração com carinho.
 
Verita a tua amizade
É um presente especial
Riacho de mansas ondas
Idílio de ternura e Paz!

Tens o dom de agregar
A cada verso querido no teu doce poetar!!!!!!
 
Amada receba este acróstico com muito carinho!!!

 

18/12/2011
 

Este acróstico,  recebi de minha querida amiga, Zaira, a qual agradeço emocionada por tua demonstração de afeto.  Beijokas  em teu coração com carinho.
 
Vivercompartilhando ao seu lado
E contagiante e gratificante és
Rica em sabedoria
Irradias carinhho, alegria e luz em
Ternura e contagias com seu lindo sorriso!
Amiga é muito gratificante ter sua prazerosa amizade

 
02/01/2012


 
Este acróstico recebi como presente de minha querida amiga
Lúcia Alves, a qual agraqdeço emocionada por tua demonstração de afeto. Beijokas em teu coração com carinho.

VERITA

Valorosa amiga
Está sempre a nos alegrar
Responde a todos com carinho
Impressiona seu versejar
Tem talento de sobra
Alma linda que vive a cantar

 

06/02/2012

 


Este acróstico, recebi de presente do meu querido amigo Leo Adam Poth o qual, me deixou emocionada. Obrigado por teu carinho, beijokas em teu coração

Verita

Verdadeiramente Pelotense, esse doce ser humano
Estupenda obra que nos leva ao deleite e compreensão
Roteiros singulares conduzem ao teu puro coração
Indrisos, haicais, trovas, é maestria a genialidade
Todos devem conhecer,  o garbo e elegância
Altiva e simples, retumbantemente bela és tu!



 
15/03/2012

 
 

Meu querido Tony, tua homenagem sincera me emocionou muito, realmente temos um elo espiritual de afinidades muito intenso. Um beijo nas asas de tua Alma.


Deus em Soneto IV

Deus está na saudade que sentimos dos amigos!
Amigo de olho no olho, vidas passadas e virtuais
Amigos que tecemos na alma, as nossas digitais,
Amigos na saúde, na paz e dor, sempre os abrigo.

Na luz de sábias palavras de Kardec, mantiveres.
Na alma guardo "boas noites" que Tu me destes,
Quantas estrelas e luas em minhas luas fizestes,
E na rua dos meus sonhos adormecidos estiveres.

Amigos transcendem e buscam novas emoções!
Deus está presente nessa ausência que fizestes
Sejas feliz realizando todas tuas novas estações.

No firmamento! Lua branca cor de lebre, infinita!
Onipresente luzes em tudo aquilo que acreditas,
Deus Sorri! No sorriso e nas saudades de Verita.


Tony Bahia

10/04/2012



Amada amiga Esther teu poema carinho me emocionou, obrigado por tuas demonstrações de afeto diárias, amei, beijokas em teu coração.

Palavras ao vento

Esther Ribeiro Gomes

O poeta capta sentimentos ao léu
e com a pena os transcreve no papel...
Sabe que escrever é melhor que falar,
pois as palavras podem se perder no ar,
misturadas aos sorrisos e às lágrimas...

O poeta transforma cada momento
em doces e etéreos sentimentos
que transbordam de sua alma poética
e pousam graciosamente em sua pena,
eternizados na magia de um poema...

O que o poeta sente fica para sempre,
quando derrama em seus poemas
as emoções lapidadas na mente...
Os cheiros, os gostos, os sons, o amor,
tudo que ele encontra no universo,
transcreve lindamente em cada verso!

Não são apenas palavras ao vento
que desaparecem na névoa do tempo,
são escritos indeléveis a viver eternamente,
trazendo inesquecíveis emoções
que encontram abrigo em sensíveis corações!

 


Última atualização em 15/12/17 01:24