Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando eu saio na rua...

Quando eu saio na rua...


Um arranhão com unhas afiadas, foi por trás, antes da catraca.
Era uma mulher. Eu sou uma mulher, preta. Ela não era. Por que ela me agrediu?
Rumou o cabelo, outra dela, várias delas rumam todos os dias. Aos ventos? Não, direcionam suas mechas sobre mim, em momentos.
Mas pra que? Os sacodem ao tempo que me medem de cima a baixo, balançam seus cabelos. Sobre mim os chicoteiam a fim de mostrar algo.
Mas o que? Não é por acaso, todas as vezes que eu saio e algumas delas se esbarram com força em mim.
Se fosse só o balanço do ônibus, mas até ele parado elas agem assim. E você, o que faz de si?
Eu? De costas não posso ficar, rumam as bolsas, dão cotoveladas, pisam no calcanhar.
Quer experimentar a maldade humana? Desça na Terra mulher negra e saberá o que estou a narrar.
Eles freiam bruscamente. Olho no retrovisor, nada há para justificar tamanho horror.
Lá estão, no aguardo para ver meu corpo desequilibrar. Ela está de salto, não vai aguentar.
Vai cair, só mais uma freada brusca. Uma brecada à toa e ...
Me olham pelo retrovisor. Não conseguiu. Segurei firme no corrimão. De tanto ser recorrente, ao sentir freadas bruscas de repente, miro logo à minha frente e lá está a maldade de gente que não.
Não aceita meu corpo negro bem vestido no busão.
Quer saber o que é ódio de raça entre a própria raça? Quer saber o que é auto-combate de gênero dentro do próprio gênero? Nasça mulher negra e torne-se consciente.
Há maldade. A maldade incutida e disfarçada. Não há aceitação. Os egos de quem está na matrix se sentem ameaçados e partem para agressão.
Nem que você queira, saberá o caos que é viver nessa condição.
Onde houver pessoas haverá o preconceito de gênero ou de raça... discriminação.


09.05.2018 10:40h
Pérola Wolf
Enviado por Pérola Wolf em 09/05/2018
Reeditado em 16/05/2018
Código do texto: T6331498
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Pérola Wolf
Salvador - Bahia - Brasil, 25 anos
33 textos (1335 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/18 15:58)