Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VLADIMIR

                                         VLADIMIR


SOU UM RAPAZ BEM COMPLICADO, MAS QUE TAMBEM TÃO CARINHOSO, SOU INOCENTE, SOU CULPADO, MAS QUE TAMBEM SOU O QUE POSSO. UM SER HUMANO, UM ANIMAL, DE MUITA FIBRA E TANTAS RAÇAS, DIZEM QUE EU NÃO SOU NORMAL, MAS SER NORMAL NÃO TEM MAIS GRAÇA. EU SOU TÃO LOUCO SONHADOR, SONHO COM COISAS IMPOSSÍVEIS, SOU ALEGRIA E MUITA DOR CARREGO EM MINHAS CICATRIZES, FALO DE AMOR, DO MEU PASSADO E NÃO ME SINTO ARREPENDIDO, SOU UM SENHOR APAIXONADO, DE OLHAR DISTANTE E SEM JUÍZO. SOU ESCRITOR DAS MADRUGADAS, COLHO PEDAÇOS DE SENTIMENTOS, SOU O QUE SOU, NÃO SOU MAIS NADA, SOU O QUE QUER MEU PENSAMENTO. ESPIRITUALIZADO PELO SOL E PELO VENTO, SIGO OS RASTROS FEITOS PELO CORAÇÃO, TENHO MUITA VIDA MAS POUCO TEMPO, MUITAS VONTADES E A SOLIDÃO. SOU UM RAPAZ BEM COMPLICADO, UM  CÃO SEM DONO SEMPRE A PARTIR, AMIGO SEMPRE DO TEU LADO, SOU POESIA, SOU VLADIMIR.

VLADIMIR
POETASP
Enviado por POETASP em 15/11/2007
Código do texto: T738323

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
POETASP
São Paulo - São Paulo - Brasil, 51 anos
354 textos (17712 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 02:41)
POETASP