Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um recado a você.

Meu caro

       Escrevo esta carta talvez mais pela falta de coragem de falar do que pela inspiração em escrever. Venho notando que na verdade não te amo, mas sou acostumada em estar perto de ti.
      Não acredito que me ame também porque se assim fosse não me magoaria tanto. Quero que saibas agora o que sinto.
      Não gosto do jeito que olhas para as outras quando estás perto de mim. Não gosto quando finges não ter culpa. Não gosto quando, além de tudo, distorce a situação fazendo-me sentir a culpada.
      Sinto falta de palavras doces, de aconchegos, de carinhos, de poesia. Sinto falta do companheiro, do amigo, do confidente.
      Quero, nas tardes de domingo, sorrir de alegria em vez de chorar pela ausência. Quero ter a esperança de um futuro em conjunto do que ter a certeza da separação.
      Busco alguém para compartilhar objetivos comuns, ideias promissoras, e até mesmo para passar uma tarde conversando bobeiras...
      Só aí percebi que não preciso de você. Não quero estar junto de alguém por necessidade. Percebi que o importante é estar junto de alguém somente pelo fato de querer estar...e não de ter que estar...
      Decidi que tenho que me dar o devido valor. Tenho que buscar o que me deixa feliz. Tenho que redescobrir minhas vontades, meus desejos, meus sonhos outrora esquecidos.
      O primeiro passo é desfazer de tudo que me faz mal: manias, objetos, vícios e pessoas... inclusive você.

      Até nunca mais.

   
 
     
Amanda Ribeiro
Enviado por Amanda Ribeiro em 27/08/2011
Código do texto: T3186050
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Amanda Ribeiro
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 36 anos
90 textos (8927 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/19 13:38)
Amanda Ribeiro