Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Cartas de Maiakóvski para Lila Brik


Não sou Maiakóvski nem você Lilá Brik, porém tomo emprestado a inspiração do grande Poeta para também lhe escrever. Guardadas as devidas proporções, é claro!

Querido Kapnocha

A noite está fria lá fora. Estou vendo um programa sem muito interesse na televisão. Minha mãe dorme lá dentro, depois de uma leve discussão. De uns tempos para cá ela está assim. As vezes sorri, outras fala demais, outras discute, não aceita mais receber ordens. Parece criança de três anos. Tenho que ter paciência, afinal estamos todos fadados a este tipo de temperamento quando chegarmos aos oitenta e cinco anos, não é verdade.

Hoje, passeei um tantinho pela cidade. Bancários em greve, correios em greve. O dia estava nublado, meio frio. Careceu de uma leve blusinha, mas estava agradável. Li alguns dos teus escritos.

Kapnocha querido, continuo gostando desta tua maneira tão própria de por suas idéias no papel. Deveria fazê-lo mais vezes. Fica-lhe bem a escrita, as artes, a noite e a boemia. Ainda bem que deixastes aquela Mapna; de lado. Kapnovich, sabes que tens a alma livre, poética, sedutora, então não compreendo porque te agarrastes por tanto tempo à criatura tão sem noção poética. Ainda bem que percebestes a tempo que não valia a pena.

Kapnócki, fico hoje por aqui. Amanhã escreverei mais. Escreva-me. Escreva-me. Escreva-me. Necessito imensamente dos teus interlóquios.

Beijo-te à distância. Beito-te inúmeras vezes.

Da sempre tua Fatnma



Obs. Tive que substituir os caracteres cirilicos por caracteres ocidentias visto que o editor não aceita aqueles outros.
Fátima Batista
Enviado por Fátima Batista em 27/09/2011
Reeditado em 27/09/2011
Código do texto: T3244815
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fátima Batista
Santo André - São Paulo - Brasil, 56 anos
1436 textos (75152 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/07/19 06:09)
Fátima Batista