Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A dor de uma saudade!
 
É... Aqui dentro o silêncio cresce!...
Forte é a dor nos meandros do coração.
Um vazio, nada no meio do peito sofrido...
E logo me ponho triste! É essa saudade que
Sinto amor, Assim tão longe de ti.
É como uma tarde de outono; com folhas secas amarelas
Que voam ao vento, rodopiando sem destino.
Quem tem um amor distante vive em cruel agonia
E a caba por não ter gosto para viver...
Ora um misto de alegria, ora de tristeza!
Tu deixas em mim uma dor tão forte:
Essa dor da saudade.

E quando penso em ti, enxergo-te com os olhos da alma, vejo
O teu lindo sorriso, a doçura do teu falar, o teu olhar.
Posso sentir o sorver do teu hálito quente,
Os teus sussurros e gemidos e
m meu ouvido.
Não dá para explicar nessa carta o meu amor por ti.

Só sei dizer-te como é grande o amor que sinto,
E que a cada segundo s
em ti é como uma eternidade,
E é isso que machuca meu ser.

Sabe, amor, uma parte de mim está contigo:
Eis aí o motivo da minha dor!
Nasceste para me cativar, me fazer sonhar e te amar.
Passe o tempo que passar, para sempre irei te amar...
 
                                                                                      27/12/2012 – Mary Jun
 


  
  
 
Que
Bela
Carta
 
Esta
Que
Li.
 
Fala
De
Amor,
 
Entre
Eu
E ti.
 
Quero
Que
Seja
 
Assim
O tempo
Todo
 
Do
Nosso
Modo,
 
Do
Nosso
Jeito.
 
Tanto
Na
Rua,
 
Quanto
No
Leito!
 
 
J Roberto Jun - 07/03/2013
 
 
 
Mary Jun
Enviado por Mary Jun em 07/03/2013
Reeditado em 07/04/2014
Código do texto: T4175951
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Mary Jun
Recife - Pernambuco - Brasil, 55 anos
850 textos (41424 leituras)
1 e-livros (87 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/01/20 00:40)
Mary Jun