Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O início

Oi amor,
Hoje, tenho a impressão que te amo muito mais que ontem quando adormecemos juntas. Seu amor me cura do passado. Queria que tudo tivesse sido sempre simples como é agora. Te ter ao meu lado é estar no céu todo dia.
Numa das declarações que te fiz prometi sempre achar novas formas de fazê-la sentir-se amada. É o que venho tentando nesses eternos cinco meses. Você continua linda e doce como foi no primeiro encontro. Você é a minha "coisa linda" a qual não consigo mais afastar-me.
Numa noite quando estava com os pés na janela, olhando as estrelas e a lua no céu, fiquei imaginando em que pedacinho desse mundo você estaria. Nós víamos todas as noites a mesma lua...De alguma forma, estávamos conectadas.
Te amo - cada pedacinho seu! E quando escrevo isso - sorrio. Porque não há mais motivos pra tristeza nem para crises existenciais. Na maior parte do tempo ficamos mergulhadas numa paz profunda.
Vamos juntar nossas camisetas da Mulher Maravilha e o Mickey, da Mulher Gato e o Snoopy. Vamos bagunçar geral. No final você é a minha namonija. Que me mostra um jeitinho leve de levar a vida. Gosto quando me diz seriamente sobre como podemos trabalhar nossos sentimentos para sermos felizes. Fica tão centrada! A sua voz me encanta - acho que não tem noção do poder que tem sobre mim. Fico totalmente perdida e sem chão. Te daria o mundo todo se pudesse.
E quando se torna ventania, me escondo atrás do sofá. Espero que acalme e retorno mansinha - meio gato-de-botas...Quando resolve ser ninja não há como argumentar.
O que quero dizer nisso tudo é que te conhecer mudou toda minha vida. Não poderia ser mais especial do que já é pra mim. Te amar vai além de toda poesia. É uma dessas sensações que a gente percebe que chegou para ficar - para ser eterna.

Ana Liszt
Enviado por Ana Liszt em 14/05/2018
Código do texto: T6336407
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ana Liszt
Londrina - Paraná - Brasil
113 textos (5958 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/05/18 00:31)
Ana Liszt