Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CARTAS AO MEU AMOR

A noite abraça-me lentamente e a lua é testemunho de minha profunda desilusão. O frio me assola e penetra nos confins de minhas pupilas e as dilata repentinamente e sua lembrança a condena a inúmeras repetições desaconselhadas e um tanto quanto desprezível. O sentimento que mais estimei alcançar me tomou e eu o enfrentei sem artimanhas, ele, porém me desarmou sem acanho ou vergonhas. As noites prolongadas, as melodias mais sutis são donas de mim enquanto tu senhor do meu ser não procuras o que bem te ofereço. Nessas horas que não lhe toco nem me desnorteio sem princípios… Se pudesse projetar velhos sentidos transformá-los-ia em atos, tatos físicos, máximos e mínimos do teu lado. Mas não...
E a noite é longa.


Maria Mariane
Enviado por Maria Mariane em 24/03/2019
Reeditado em 16/04/2019
Código do texto: T6606275
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Mariane
Castanhal - Pará - Brasil, 27 anos
452 textos (4148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/19 16:52)
Maria Mariane