Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cartas de um Border 2

Ele não queria que fosse assim. Os pensamentos abstratos em sua mente geravam uma confusão descomunal. Ele não conseguia se controlar. "Talvez seja a doença", ele pensava. "Mas e se não for? E se a doença é apenas uma desculpa para mostrar quem eu realmente sou?", todo esse turbilhão de pensamentos aleatórios e sincronizados o deixavam louco. Para quem já teve inúmeros amigos, casos, e até mesmo uma família presente, ele se encontrava num mar absurdo de solidão, melancolia e imerso em uma tristeza sem fim. Tentava não demonstrar, mas era visível que ele já não tinha vida. Depois de várias tentativas frustradas de suicídio, ele carregava sequelas físicas e emocionais. Todos sabiam, e repito mais uma vez, TODOS SABIAM. Os amigos que diziam nunca o abandonar, os amores que fizeram juras eternas, e até mesmo a família que chorou na cama do hospital quando ele tentou se matar, todos se foram. "Será que eu os afastei? Ou foi a doença?" os pensamentos continuavam vindo. Todos ao mesmo tempo, numa frequência que o deixava totalmente perplexo. Ele não tinha controle, os pensamentos apenas surgiam em sua mente. Sem aviso prévio, totalmente sem controle. E quanto mais esses pensamentos o atormentavam, mais ele se fechava. Porque ele sabia, que no final era ele, só ele.
Border
Enviado por Border em 12/05/2019
Código do texto: T6645685
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Border
Ubá - Minas Gerais - Brasil, 26 anos
11 textos (168 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/06/19 17:50)
Border