Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Putaria noturna

Por anos dividimos intimidade em silêncio, embora estejam longe de serem , aquelas que sempre quis ,e/ou sonhei,  mas  fazer o que?  Você me dá outra escolha?! Tuas loucuras, me fazem companhia em noites, em que a solidão insiste em maltratar-me e sabes disso . já tentei dar basta, jurei á mim mesma que brigaria ferrenhamente , se mais uma vez,  você viesse assim, faminto, (risos)...
 As palavras sem pudor usadas , outroras  tímidas, ás vezes me assustam , provocam-me  e me entristecem,  sei que não posso vivenciar todas elas... Porém Viajo na ilusão de te ter em meus braços, sabendo EU, que seria apenas sexo para você... No entanto, lhe falte coragem em assumir que me deseja, tanto quanto EU.
Para mim , seria a entrega , o desejo do impossível,  objeto de luxuria  ,  do pecado, alem da realização de um amor puro e inocente do tempo da adolescência.
Nossa loucura, apenas seria considerada loucura, se compartilhada e não meros Protagonista , embora adulto, provedores de suas razoes, fazendo  figuração  de nossa própria Novela da vida real, de cunho de novelas das noves,  porem findados a serem somente das seis,
Ana Cunha
Enviado por Ana Cunha em 15/02/2020
Reeditado em 15/02/2020
Código do texto: T6866437
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Ana Cunha
Campina Grande - Paraíba - Brasil
266 textos (5585 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/02/20 14:56)
Ana Cunha