Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carta aberta

Meramente mais uma carta de despedida
Parecendo até que é uma poesia
Quero escrever isso no banner
Para você nunca esquecer
Que passou por Sousa e marcou
Muito mais que as pegadas de dinossauros.
Porque  não deixou lembranças,
Mas sim destruição.
Logo eu, tão madura
Não acreditava na alienação amorosa
Logo eu, que fui tão dura
Não quis ser papel em mundo de ilusão.
Quando te conheci quis fugir
Nem levar a sério essa relação
Ignorei a minha intuição
Fui ingênua, imatura
Menina e pequena
Acreditei que fosse ser diferente
E por você valia a pena
Se um dia te reencontrar
Será somente para te dizer:
Que a vida retribuía todo mal que me fez
E te faça reviver tudo de ruim que já passei.


Com desamor,
quem um dia tanto amou.
FABÍOLA FERREIRA
Enviado por FABÍOLA FERREIRA em 27/02/2020
Reeditado em 27/02/2020
Código do texto: T6875216
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
FABÍOLA FERREIRA
Marizópolis - Paraíba - Brasil, 26 anos
115 textos (8888 leituras)
1 áudios (129 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/04/20 19:48)
FABÍOLA FERREIRA